quarta-feira, 31 de maio de 2017

Hoje acontece o Lançamento de 6ª Mostra abre comemorações do Dia do Vinho em SC



Nesta quarta (31), a partir das 16h, ocorre na Assembleia Legislativa o lançamento da 6ª Mostra do Vinho Catarinense. A solenidade, que inclui degustação de vinhos, espumantes e sucos, abre as comemorações do Dia do Vinho em Santa Catarina. A data foi criada pela Lei Estadual 14.711, de 2009, com o objetivo de dar visibilidade à produção vitivinícola do estado, e é comemorada sempre no primeiro domingo do mês de junho.

A programação, em junho e julho, inclui, além da 6ª Mostra, oficinas de degustação, atividades culturais, concursos gastronômicos e roteiros de enoturismo nas regiões produtoras de uva e vinho do estado.

Neste ano, a 6ª Mostra do Vinho Catarinense terá sua primeira edição no interior do estado. O evento tem a organização das prefeituras de Videira, Pinheiro Preto e Tangará, com apoio da Assembleia Legislativa, Governo do Estado, Cresol e entidades ligadas à vitivinicultura.
Algumas atividades da programação do Dia do Vinho 2017

31 de maio | Assembleia Legislativa | Florianópolis
16h – Lançamento da VI Mostra do Vinho Catarinense no Plenário da Assembleia Legislativa
16h30 – Solenidade com abertura dos primeiros barris da nova safra, no Hall da Assembleia Legislativa
13 e 14 de junho | Fundação Badesc | Florianópolis
Manhã – Oficinas de Degustação dirigidas a deficientes visuais
Tarde e Noite – Oficinas de Degustação abertas à população.
10 a 12 de julho | Videira
Oficinas de Degustação e Enoturismo dirigidas a profissionais da área de Turismo, Hotelaria e Gastronomia
Concurso de Molhos
14 a 16 de julho | Videira
6ª Mostra do Vinho Catarinense – Abertura às 19h da sexta-feira (14/07)

Assessoria de Comunicação

Dia Mundial sem Tabaco alerta este ano para danos causados pela produção do fumo

Além dos danos à saúde pública, a produção e o consumo de produtos derivados do tabaco geram importantes impactos socioambientais em todo o planeta – um deles é o uso de lenha para aquecer estufas que secam as folhas de tabaco e que leva ao desmatamento e ao desequilíbrio da biodiversidade em tempo de constantes mudanças climáticas. O alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Dia Mundial sem Tabaco 2017, lembrado hoje (31), a entidade adotou como tema da campanha Tabaco: uma ameaça ao desenvolvimento. A proposta consiste em um apelo aos países-membros para que implementem medidas consistentes de controle do tabaco, incluindo a proibição de todo tipo de marketing e publicidade relacionados ao assunto, a adoção de embalagens simples para os produtos e o aumento de impostos especiais voltados para o setor.
Custos à saúde e à economia
Dados da OMS mostram que o consumo do tabaco mata mais de 7 milhões de pessoas todos os anos e custa aos lares e aos governos mais de US $ 1,4 trilhão, em razão de despesas com saúde e da perda de produtividade. “O tabaco ameaça a todos nós”, alertou a diretora-geral da OMS, Margaret Chan. “Ele exacerba a pobreza, reduz a produtividade econômica, contribui para pobres escolhas alimentares domésticas e polui o ar interior”, completou.
“Entretanto, por meio da adoção de medidas robustas de controle, os governos podem salvaguardar o futuro de seus países protegendo usuários e não usuários desses produtos mortais, gerando receitas que financiam a saúde e outros serviços sociais, salvando seus ambientes das devastações provocadas pelo tabaco”, disse Margaret.
Cicatrizes ao meio ambiente
Ainda segundo a OMS, os impactos do tabaco e de seus derivados na natureza envolvem dados como:
- Resíduos de tabaco contêm mais de 7 mil produtos químicos tóxicos que envenenam o meio ambiente, incluindo carcinogênicos humanos.
- Emissões de fumaça proveniente do tabaco contribuem com milhares de toneladas de carcinogênicos humanos, tóxicos e gases de efeito estufa para o meio ambiente.
- Cerca de 10 bilhões dos 15 bilhões de cigarros vendidos todos os dias no mundo são descartados no meio ambiente.
- Bitucas de cigarro respondem por 30% a 40% de todos os itens coletados em limpezas costeiras e urbanas.
Ameaça a mulheres e crianças
A entidade alerta ainda que o tabaco representa ameaça a todo tipo de população e também ao desenvolvimento nacional e regional dos países sob diversos aspectos, incluindo:
- Pobreza: cerca de 860 milhões de fumantes adultos vivem em países de baixa e média renda. Estudos mostram que nos lares mais pobres, gastos com produtos derivados do tabaco representam mais de 10% do orçamento, o que significa menos renda para alimentação, educação e saúde.
- Infância e educação: as plantações de tabaco comprometem o acesso de crianças à escola, já que entre 10% e 14% das famílias que vivem em fazendas onde o produto é cultivado perdem aula em razão do trabalho na lavoura.
- Mulheres: entre 60% e 70% dos trabalhadores de lavouras de tabaco são mulheres, o que as coloca em contato constante com produtos químicos perigosos à saúde.
- Saúde: o tabaco responde por cerca de 16% de todas as mortes provocadas por doenças crônicas não transmissíveis.
Brasil
Dados do Instituto Nacional do Câncer indicam que, em 2011, foram gastos R$ 23 bilhões com o tratamento de algumas das mais de 50 doenças relacionadas ao tabaco. Já a arrecadação com impostos sobre cigarros recolhidos no mesmo ano foi da ordem de R$ 6 bilhões.
“Mas o custo do tabagismo no Brasil, avaliado pela pesquisa, ainda está subestimado: não incluiu o custo gerado pelo absenteísmo, a perda de produtividade, as despesas das famílias, entre outros gastos indiretos relacionados ao tabaco”, destacou o órgão.
Durante as atividades do Dia Mundial sem Tabaco, está prevista a divulgação de novo estudo com dados atualizados sobre o impacto econômico do tabagismo no Brasil, incluindo custos com a perda de produtividade.

Agência Brasil

Renovação de contratos do Fies termina nesta quarta (31)



Os estudantes que ainda não concluíram a renovação do contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem concluir o processo até esta quarta-feira (31), prazo final para renovação.

Até essa segunda-feira (29), 1.051.220 alunos já haviam concluído o aditamento, correspondendo a cerca de 83% de 1,28 milhão de contratos previstos para este semestre.

“Nós prorrogamos o prazo de aditamentos do Fies este semestre para garantir que todos os estudantes tivessem tempo suficiente para realizar o procedimento”, explicou o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Silvio Pinheiro.

Os contratos devem ser renovados a cada semestre e o pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no Sistema Informatizado,
SisFies.

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao banco para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Além de renovar os contratos vigentes, os estudantes também podem mudar de curso ou de instituição de ensino, assim como solicitar a ampliação do prazo de uso do financiamento.
Fonte: Portal Brasil, com informações do FNDE

REGIÃO- Contestado: um crime de guerra imprescritível, destaca palestra vista por fraiburguenses 


Integrantes de coletivos da Apafec (Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular de Fraiburgo) e da Associação Vital Fraiburgo de Karatê-dô / Projeto Karatê-dô Cidadão do Futuro acompanharam na noite de segunda-feira (29 de maio) uma palestra de Nilson César Fraga, professor e renomado pesquisador da Guerra do Contestado.
Na ocasião, o palestrante discorreu sobre o “Contestado, a arqueogeografia na terra da guerra esquecida: fragmentos de um crime contra a humanidade”, em que apresentou a Guerra do Contestado como uma imagem bastante presente na realidade social da Região Metropolitana do Contestado.

Em um período aproximado de duas horas, Nilson defendeu uma tese, segundo a qual as atrocidades cometidas pelo estado brasileiro no Contestado são crimes de guerra, segundo o Acordo de Genebra de 1949, que o Brasil é signatário. Estes crimes não prescreveram, portanto os lutadores do povo brasileiro e continuadores da luta dos caboclos e caboclas têm que promover lutas para forçar o julgamento desses crimes de guerra, como uma das formas do estado brasileiro começar a pagar a dívida histórica com os remanescentes dos caboclos e caboclas.

O pesquisador tratou de desmistificar algumas imagens que muitos fazem da Guerra do Contestado, reproduzidas geralmente desde o ensino médio. Um pouco do que percebeu a integrante da Apafec, Mariza Aparecida Fidélis Ribeiro Rodrigues, ao destacar a lembrança das histórias contadas nas escolas, “onde são contadas versões muito diferentes daquelas que aconteceram”.

“Fiquei muito emocionada”, disse Mariza sobre outra passagem da fala do professor, “e com aquela impressão que eu estava vivendo e sentido o que eles [os caboclos] sentiram [antes de serem mortos pelas forças oficiais e pelos jagunços contratados para exterminar um povo]”.

Uma história que para Mariza, nascida em Fraiburgo, no caso, uma espécie de localidade do epicentro do conflito histórico pode reconhecer. “Ouvi algumas vezes minha vó contar e o quanto ela sofria em falar isso que ela falava muito pouco, o que a palestra me fez pensar”,

A palestra

O que se pode ver da palestra foi, no mínimo, uma crítica contundente sobre o passado que tende e expor um presente que, por questões ideológicas e de relações de poder reproduzidas por motivos políticos e econômicos vendem a ideia da região do Contestado como uma terra marcada de colonizadores e que muitos dos hábitos e costumes da região teriam sido importados da Europa.

Nilson lembrou que as figuras do porco, do pinhão e do mate são heranças indígenas. “Muitas vezes, as pessoas se esquecem disso ou desconhecem”, disse o pesquisador, que passou boa parte da palestra ironizando a própria condição de filho de imigrante alemão nascido em Joinville.

Videira, por exemplo, local da palestra, foi alvo recorrente de um elegante e crítico ponto de vista. Videira, um considerado símbolo de decadência econômica, como, segundo ele, pode ser as demais cidades localizadas na região. “Aqui, estão os índices mais baixos de desenvolvimento humano do estado de Santa Catarina”, disse.

“Há cinquenta anos, Videira não consegue passar dos cinquenta mil habitantes. Por quê?”. A forma como os nativos de hoje ou as pessoas tratam a história da região é apontado como um xis da questão. “Não podemos deixar de reconhecer a história, a nossa identidade é cabocla”, disse.Publicidade / Apoie o Jornalismo Comunitário em Fraiburgo e região.

O palestrante defendeu as raízes históricas do Contestado, o reconhecimento da importância da cultura cabocla, mescla de indígena com negro, e defendeu que a Guerra do Contestado, citando uma Convenção de Genebra, deve ser tratada como um crime de guerra. “O que aconteceu foi um extermínio de um povo”, disse.

De um lado, a força do Estado brasileiro e, de outro, a resistência da figura cabocla. “Não há futuro se não aceitarmos e entendermos a terra onde pisamos”, enfatizou o pesquisador ao fim da palestra, oportunidade em que questionou diretamente a chamada versão oficial história: “Derrotados, não! Heróis de uma luta desigual!”, em uma referência à resistência impressa no conflito.

Os vilões nesta história são, segundo o palestrante, o Estado brasileiro e o capital estrangeiro invasor simbolizado pela Brazil Railway Company e sua coligada Lamber, as quais têm uma dívida histórica por terem matado milhares de pessoas e por ter passado por cima de uma cultura rica, de uma civilização.

Organização


O evento foi realizado no auditório do Instituto Federal Catarinense – IFC de Videira, em uma promoção do Núcleo de Estudos do Contestado (NEC).

Ativistas de Fraiburgo


Acompanharam o evento, representando a Apafec (Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular de Fraiburgo) e a Associação Vital Fraiburgo de Karatê-dô / Projeto Karatê-dô Cidadão do Futuro: Maicon Sbardela (Karatê-dô); Jilson Carlos Souza (Apafec); Jocemir Belusso (Apafec); João Carlos Rodrigues (Apafec); Karine França; (Karatê-dô); Mariza Aparecida Fidelis Ribeiro Rodrigues (Apafec).

A convite

Renato Renato (Jornal Caboclo).


Jornal Caboclo

Relatório de ocorrências devido a chuva em Santa Catarina


foto: Inundação em Joaçaba. Foto Defesa Civil municipal


Relatório de ocorrências devido a chuvas em Santa Catarina
DESDE O DIA 27 ATÉ QUARTA-FEIRA (31):

44 municípios atingidos
70 residências afetadas
117 desabrigados (preventivamente)
75 desalojados
273 pessoas afetadas
Eventos: Chuva intensa, vendaval, enxurrada, inundação, alagamentos, deslizamentos de terra, queda de árvores.

Acompanhe diariamene os avisos e alertas nas redes sociais e site da Defesa Civil SC e Epagri/Ciram. 

REGIÃO: Gripe A - Lebon Régis registra primeiro caso de H1N1

Ilustrativa

Um jovem de 20 anos contraiu a doença e foi transferido para o hospital de Caçador




Foi confirmado o primeiro caso de gripe A, subtipo H1N1, no município de Lebon Régis. Um jovem de 20 anos que trabalha como frentista em um posto de combustíveis se sentiu mal no trabalho e procurou o hospital Santo Antônio com fortes dores pelo corpo.

O médico de plantão examinou-o e encaminhou para o hospital Maicé, de Caçador, onde foi confirmado ser portador do H1N1. Ele está recebendo o tratamento adequado e se encontra em recuperação.
                                                                                                                                                                                                                               Caçador Online

REGIÃO: Prefeitura de Joaçaba em estado de alerta em razão das chuvas

 



Joaçaba está em estado de alerta em função das chuvas para se antecipar caso ocorra algum tipo de deslizamento ou até mesmo que a chuva continue persistindo por mais algumas horas, já que o rio está no nível elevado, tendo em vista que o município possui em seu histórico problemas com inundações e deslizamentos. Segundo a previsão, deve chover entre 60 e 80mm nesta terça-feira (30) no município. Já para esta quarta-feira (31) a previsão é de 80 a 100mm.

A Prefeitura de Joaçaba está com equipes de todos os setores fazendo o monitoramento em todo o município. A Defesa Civil, através dos telefones: 199 ou (49) 3527 – 8800, prestará qualquer atendimento devido as chuvas.



Fonte: Assessoria de Comunicação

REGIÃO: Seminário de Karate trouxe sensei de São Paulo a Videira

        

                          
A Associação Videirense de Karate promoveu o Seminário Técnico de Karate Shito Ryu, com o mestre Rogério Yujiro Saito, de São Paulo. Ele é vice-presidente da Federação Pan Americana de Karate Shito Ryu, diretor técnico da Associação Shito-Kai do Brasil e técnico da Seleção Paulista de Karate.
O seminário aconteceu no sábado (27), no auditório da Escola de Educação Básica Professora Adelina Regis, em Videira, e foi realizado em dois períodos. Pela manhã foi destinado para praticantes mais experientes e à tarde para praticantes de todos os níveis.
Alunos da escolinha de Karate da Fundação Municipal de Esportes de Videira (FMEV) e praticantes vinculados a Associação Videirense de Karate participaram do seminário.
“A vinda de sensei Saito a Videira contribui significativamente para a manutenção e melhoria da qualidade do nosso trabalho, tendo em vista o alto nível técnico que possuí como praticante de karate e também como técnico da modalidade, visto que ele forma e dá assistência para muitos atletas no estado de São Paulo que destacam-se no cenário nacional e internacional”, avalia o sensei Ivonei Dambros, presidente da Associação e professor da modalidade na FMEV.

Site Prefeitura

terça-feira, 30 de maio de 2017

REGIÃO: Estudante de Caçador, é vice-campeão nacional de jiu jitsu


O estudante Gabriel Fernandes Pereira dos Santos, do 2º ano do Ensino Médio da escola Dom Orlando Dotti, de Caçador, vem se destacando no esporte. Praticante da modalidade de jiu jitsu há cerca de nove meses, o estudante já coleciona medalhas ganhas em torneios internacionais.

Gabriel se destacou obtendo a medalha de prata na categoria Branca/Juvenil/Masculino/Médio. No mês passado o caçadorense já havia disputado o Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu, em São Paulo, conquistando a medalha de prata na mesma categoria.A conquista mais recente veio nos dias 20 e 21 de maio, no Curitiba Fall International Open – 2017. Promovido pela Confederação Brasileira de Jiu Jitsu (CBBJ) e International Brazilian Jiu Jitsu Federation (IBJJF), o evento reuniu cerca 1600 atletas de todos os estados brasileiros e de outros países.

Com as medalhas no peito, Gabriel divide sua conquista com o mestre Cleber e a equipe Alliance: “Agradeço em primeiro lugar ao mestre Cleber Maguerroski da Academia Tigre pela paciência e pelos seus ensinamentos. Agradeço e parabenizo meus irmãos de treinos que sem eles não chegaria onde estou. Treinamos juntos e evoluímos juntos”, disse.
Levando a sério estudos e treinos, Gabriel deve disputar mais um campeonato de jiu jitsu nos meses de setembro e outubro.
por Assessoria de imprensa

Em junho deverá ter nova Greve Geral


As centrais sindicais aprovaram nesta segunda-feira (29) a realização de uma nova greve geral, contra as reformas e o governo Temer, no final de junho, em data a ser definida, mas que ficará entre os dias 26 e 30 do mês que vem. Embora alguns defendam 48 horas, o mais provável é que seja escolhido apenas um dia. A decisão deve sair na próxima segunda-feira (5), quando os dirigentes voltarão a se reunir, em São Paulo. Eles prometem um movimento mais amplo que o registrado em 28 de abril.
Com informações RBA

Lançamento de 6ª Mostra abre comemorações do Dia do Vinho em SC

Amanhã, quarta-feira (31), a partir das 16h, ocorre na Assembleia Legislativa o lançamento da 6ª Mostra do Vinho Catarinense – entre os dias 14 e 16 de julho, em Videira. A solenidade, que inclui degustação de vinhos, espumantes e sucos, abre as comemorações do Dia do Vinho em Santa Catarina. A data foi criada pela Lei Estadual 14.711, de 2009, com o objetivo de dar visibilidade à produção vitivinícola do estado, e é comemorada sempre no primeiro domingo do mês de junho.

A programação, em junho e julho, inclui, além da 6ª Mostra, oficinas de degustação, atividades culturais, concursos gastronômicos e roteiros de enoturismo nas regiões produtoras de uva e vinho do estado.

Neste ano, a 6ª Mostra do Vinho Catarinense terá sua primeira edição no interior do estado. O evento tem a organização das prefeituras de Videira, Pinheiro Preto e Tangará, com apoio da Assembleia Legislativa, Governo do Estado, Cresol e entidades ligadas à vitivinicultura.

Algumas atividades da programação do Dia do Vinho 2017

31 de maio | Assembleia Legislativa | Florianópolis
16h – Lançamento da VI Mostra do Vinho Catarinense no Plenário da Assembleia Legislativa
16h30 – Solenidade com abertura dos primeiros barris da nova safra, no Hall da Assembleia Legislativa

13 e 14 de junho | Fundação Badesc | Florianópolis
Manhã – Oficinas de Degustação dirigidas a deficientes visuais
Tarde e Noite – Oficinas de Degustação abertas à população.

10 a 12 de julho | Videira
Oficinas de Degustação e Enoturismo dirigidas a profissionais da área de Turismo, Hotelaria e Gastronomia
Concurso de Molhos

14 a 16 de julho | Videira
6ª Mostra do Vinho Catarinense – Abertura às 19h da sexta-feira (14/07)



Assessoria de Comunicação

Permanece a condição de chuva e Defesa Civil alerta para o risco de alagamentos em algumas cidades de SC



A chuva contínua das últimas 72 horas causou estragos em alguns municípios de Santa Catarina. Em 31 cidades foram registradas ocorrências como deslizamentos, alagamentos, inundações e quedas de árvores. A atenção da Defesa Civil segue voltada para Joaçaba, no Meio-Oeste, Rio do Sul, Taió e Rio do Oeste, no Alto Vale do Itajaí, onde o nível dos rios estão altos. Cinco abrigos foram abertos preventivamente em Rio do Sul e um em Rio do Oeste.


 Nestaa noite de terça e na quarta-feira, a chuva se intensifica, com possibilidade de temporal isolado e acumulado médio de 10mm a 30mm no Estado.

Na quarta-feira, no Oeste e Meio-Oeste, deve chover de 30mm a 50mm. Do Planalto ao Litoral, a média é de 60mm a 80mm com pontuais maiores, especialmente no Litoral e Vale do Itajaí.

A meteorologista da Epagri/Ciram, Laura Rodrigues, informou que a chuva continua nesta semana, com volumes mais altos entre terça e quarta-feira. A condição se dá devido a áreas de baixa pressão que atuam no Estado. A temperatura diminui na sexta e no fim de semana, mas sem frio intenso. “Há melhora no tempo, com sol entre sexta e sábado. O mês de maio termina com chuva e essa condição segue na primeira quinzena de junho”, disse. 

A Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina mantém as equipes em alerta devido à influência do avanço da frente fria. Pode haver registro de ocorrências por conta de chuva, granizo e vendaval. Os coordenadores regionais da Defesa Civil SC também acompanham a situação e pedem atenção dos municípios. O Grupo de Ações Coordenadas (Grac) pode ser acionado em caso de necessidade, assim como os fornecedores de itens de assistência humanitária.

Para mais informações sobre o tempo e alertas, siga as redes sociais da Epagri/Ciram e Defesa Civil SC.

REGIÃO: Patrona ganha medalha na Copa Libertadores de Cerveja


Marca caçadorense levou bronze com a cerveja Rye IPA

foto1
A cervejaria caçadorense Patrona foi premiada mais uma vez na Copa Libertadores de Cerveja. A 7ª edição do festival aconteceu de 25 a 27 de maio em Mar del Plata, na Argentina.

Ao final do evento, a Patrona foi anunciada como medalha de bronze com a Rye IPA, uma cerveja que leva malte de cevada e centeio em sua composição. A mesma cerveja já tinha sido premiada no Festival Brasileiro em Blumenau.
foto2Para experimentar a Patrona o funcionamento da cervejaria ao público é nas sextas-feiras das 17h30 às 23h.

Os produtos são vendidos para consumo no local ou em embalagens de 1 e 2 litros de chopp, enchidas diretamente no tanque da fábrica.
Outros prêmios da Patrona
Weizen
Ouro no Brasileiro de Cerveja 2016
Ouro no South Beer Cup 2016
Bronze na Copa das Américas 2016
Porter
Prata no Brasileiro de Cerveja 2016 – sendo a melhor do estilo
Rye Ipa
Bronze no Brasileiro de Cerveja 2017 – sendo a melhor do estilo
Russian
Prata no Brasileiro de Cerveja 2017 – sendo a melhor do estilo
Apa
Bronze no Brasileiro de Cerveja 2017 – sendo a segunda melhor do estilo

Caçador Online  

CHUVA persistente com alto volume em SC



Inicio: 30/05/2017 às 08:00h

Fim: 31/05/2017 às 00:00h

Regiões: Todas, começando pelo Oeste e Sul do Estado.

Previsão: Chuva, moderada a localmente forte em alguns momentos, com descargas elétricas (raios). Na noite de terça e na quarta-feira, a chuva intensifica com risco de temporal isolado.

Acumulado de chuva para terça-feira (30/05): Média de 10 a 30 mm no Estado.

Acumulado de chuva para quarta-feira (31/05): No Oeste e Meio Oeste, média de 30 a 50 mm. Do Planalto ao Litoral, média de 60 a 80 mm com pontuais maiores, especialmente no Litoral e Vale do Itajaí. Caso as previsões se confirmem há risco de Alagamentos, Enxurradas, Vendaval e Deslizamentos de Terra.

Sistema: Formação de um novo sistema de baixa pressão em SC.


por Gilsânia Cruz - Meteorologista Epagri/Ciram

REGIÃO: Turismo de Videira divulgado para todo o Mercosul

Representantes do Turismo de Videira ficaram no stand da Santur
Créditos: Divulgação
A BNT Mercosul, a maior feira de Turismo de Santa Catarina, reuniu mais de seis mil profissionais do setor, no final da última semana, em Itajaí, Balneário Camboriú e no Beto Carrero World. Videira participou através da Rota da Amizade, case que representa a região turística do Vale do Contestado.
Para a assessora de Turismo da Secretaria de Turismo e Cultura de Videira, Cristiane Mayer Chiapetti, participar do evento foi uma excelente oportunidade para mostrar o potencial turístico da região, que tem uma grande diversidade de atrativos e culturas.
A feira BNT Mercosul reuniu todo o trade turístico do estado, desde hotéis, agentes turísticos, agências de viagens, até representantes dos órgãos públicos do ramo, e jornalistas especialistas da área e formadores de opinião, dentre outros. Cristiane ressalta que eventos deste porte são uma grande oportunidade de aprender a formalizar e tornar mais profissional a atividade turística.
“Videira tem um enorme potencial a ser explorado. Nós participamos da feira através da Rota da Amizade Convention & Visitors Bureau, do qual o município faz parte, e tivemos a oportunidade de divulgar não apenas a cidade, mas toda a região para milhares de pessoas que passaram por lá”, completa.
Além da feira de divulgação dos potenciais turísticos de todas as regiões catarinenses, a BNT Mercosul também ofereceu diversas oficinas e minicursos de capacitações aos participantes. Durante a feira, representantes de operadoras do Brasil e do Mercosul realizaram contatos e fecharam negócios com expositores da iniciativa privada.

(P.Videira)

Chuva causa estragos em Tangará

A chuva deste fim de semana causou alguns estragos no município de Tangará. Nesta segunda-feira (29), a secretaria de obras trabalhou na remoção de galhos e entulhos que ficaram sobre a ponte na comunidade do Linho, onde o Rio Bonito transbordou no domingo interrompendo o tráfego no local. Nas comunidades de Rolante e Marari vários bueiros foram danificados, houve o registro de queda de árvores em vários pontos do interior do município.
Já no perímetro urbano, no início da tarde desta segunda-feira, parte da Rua Danilo Fornazari cedeu no momento em que um veículo estava estacionando no local. Funcionários de uma obra nas proximidades auxiliaram na retirada do mesmo. O Corpo de Bombeiros foi acionado para averiguação e isolou a área que compreende exatamente a extensão da arquibancada do estádio municipal, em frente à delegacia de polícia.
De acordo com um boletim emitido pela Defesa Civil do estado na manhã de hoje, em Tangará foi registrado 111 mm de chuva em 72 horas, e a previsão é que teremos mais chuva forte até quarta-feira com média de 30 a 50 mm com pontuais elevados entre terça e quarta-feira.

fonte:P.Tangará

FNDC: sociedade precisa participar do debate da comunicação



A liberdade de expressão e imprensa e o direito à comunicação como pilar de um sociedade emancipadora. Este foi o princípio defendido pelos mais de 300 ativistas e militantes do movimento pela democratização da comunicação no Brasil, que se reuniram na Universidade de Brasília (UnB) neste domingo (28), na 20ª plenária do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). A entidade completou 25 anos em 2016.


A plenária foi a atividade final do 3º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação (ENDC) que aconteceu desde esta sexta-feira (26) na Universidade de Brasília (UnB).

Por conta da conjuntura do governo golpista de Michel Temer (PMDB), o movimento pela democratização da comunicação no Brasil buscou caminhos conjuntos para rearticular sua agenda e incorporá-la à luta pelas eleições diretas e contra as reformas impopulares. Quem resume bem o clima que marcou o encontro é Renata Mielli, coordenadora-geral do FNDC:

"Ao apagar das luzes da nossa democracia, estão sendo desenvolvidos novos processos à revelia do debate público para restringir ainda mais a pluralidade e diversidade dos meios de comunicação do Brasil. E isso precisa ser denunciado", disse a jornalista. E completou: "há a necessidade de a sociedade ter participação no que é feito no campo da comunicação."

Próximos passos

A Carta de Brasília, documento aprovado na plenária, posicionou-se contra os ataques à liberdade de expressão e manifestação, as agressões policiais nos protestos pelo país e as práticas de violação de privacidade dos usuários das redes.

Também repudiou a demissão, condenação e detenção de jornalistas, blogueiros e comunicadores comunitários em função de sua atuação contra a retirada de direitos. Frente às alterações impostas pelo governo Temer na Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o documento também rejeitou o desmonte da comunicação pública no país.

Em conjunto à carta, os ativistas repudiaram, em consenso, o governo do Pará, que tem à frente Simão Jatene (PSDB), pela violência no campo e pelo massacre dos trabalhadores e trabalhadoras rurais.

Proposta vinda dos ativistas de São Paulo presentes, também foi aprovado o repúdio às ações mais recentes da gestão de João Dória (PSDB) na Prefeitura de São Paulo, como a repressão na região conhecida vulgarmente como Cracolândia, o congelamento de verbas da Secretaria Municipal de Cultura e os ataques ao direito de liberdade de expressão com as notificações extrajudiciais dos advogados do prefeito às pessoas que fazem críticas à sua gestão nas redes sociais.

Estratégias

Foram estabelecidos alguns eixos centrais para atingir esses objetivos, como ampliar a articulação com os movimentos populares e fortalecer a comunicação alternativa, comunitária, popular e livre.

Os ativistas também pautaram o apoio ao processo de rearticulação do Conselho Curador da EBC, extinto com a Medida Provisória 744 do governo Temer, e a denúncia do desmonte de todo o sistema público de radiodifusão.

Também foram apontados como caminhos centrais o combate à entrega da infraestrutura de telecomunicações, a defesa da universalização do acesso à internet e da privacidade nas redes.

Por fim, o fortalecimento da campanha "Calar Jamais", lançada pelo FNDC em outubro de 2016 para o combate às violações da liberdade de expressão no país, também foi considerado "vital" para a construção de uma comunicação plural e democrática.

FNDC


segunda-feira, 29 de maio de 2017

Dia do Desafio terá participação de mais de 3 mil cidades contra o sedentarismo


Mais de 3,4 mil cidades em 18 países participarão da 23ª edição do Dia do Desafio, na próxima quarta-feira (31). A ideia é mobilizar a população contra o sedentarismo com uma competição saudável entre cidades. Ganha quem contabilizar o maior número de pessoas que tenham praticado pelo menos 15 minutos de atividade física entre a 0h e 21h do dia 31 de maio. No Brasil, participam 1.886 cidades.

O mote deste ano é a construção de microrredes para o incentivo da prática esportiva. “A proposta é que um amigo desafie outro, na família, no trabalho”, explicou Airton Oliveira, da gerência esportiva do Serviço Social do Comércio em São Paulo (Sesc-SP), entidade que coordena o evento no continente americano. Depois de fazer a atividade, o praticante deve ligar para uma unidade do Sesc para que ela conte pontos para a cidade. Também é possível registrar a participação na página do Dia do Desafio no Facebook.

Dia do Desafio foi criado para estimular a prática de atividades físicasTânia Rêgo/Arquivo/Agência Brasil

Segundo Oliveira, ao longo dos anos a conscientização sobre a importância da atividade física foi ganhando espaço entre a população, principalmente por causa das práticas ao ar livre.

“Temos visto as pessoas se apoderando dos espaços públicos. Vemos com maior frequência, por exemplo, as corridas de rua”, destacou. De acordo com o gerente do Sesc, para vencer o sedentarismo também valem pequenas escolhas, como trocar o elevador por escadas;

Além dos exercícios feitos individualmente, entidades e organizações participantes do Dia do Desafio promoverão atividades durante todo o período do evento em locais como unidades do Sesc, estações de trem e metrô e terminais de ônibus. A programação envolve, por exemplo, caminhadas, passeios ciclísticos e brincadeiras.

Na capital paulista, um dos destaques do Dia do Desaio será o Circuito de Lutas, no Terminal Sacomã, que terá a participação da medalhista olímpica de taekwondo Natalia Falavigna.

Os confrontos entre cidades foram definidos no dia 8 de maio. São Paulo vai enfrentar Porto Alegre e Fortaleza disputa com Campinas. Já o desafio de Curitiba é internacional, contra a cidade mexicana de León; assim como a cearense Independência, que vai disputar com a cidade cubana Rodas.

O Dia do Desafio foi criado nos anos 1980 no Canadá com a proposta de incentivar o interesse pelas atividades físicas. O movimento envolve agentes comunitários, além do Poder Público e instituições privadas.

Agência Brasil

REGIÃO/Estradas: Grave acidente deixa três pessoas feridas na SC 350

Uma criança estava no carro e foi arremessada para fora do veículo


foto2
foto1
Três pessoas ficaram feridas após sofrerem um acidente de trânsito na rodovia SC 350, no quilômetro 26, na tarde deste domingo, 28, entre Caçador e a BR 153. As vítimas estavam em um veículo VW Gol com placas de Palmas/PR que saiu de pista e capotou.

Os Bombeiros Voluntários de Caçador atenderam a ocorrência. Uma das vítimas era uma menina de dez anos que foi arremessada para fora do veículo. As outras duas vítimas adultas apresentavam suspeita de fraturas pelo corpo. Todas foram encaminhadas ao hospital Maicé.
As causas do acidente não foram apuradas. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) esteve no local para fazer os procedimentos necessários.



fonte: Caçador Online

Bandeira tarifária nas contas de luz será verde em junho


Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
Arquivo EBC
Em meses de mais chuvas, a bandeira tarifária fica verde, sem custo extra nas tarifas de energia
A bandeira tarifária de energia elétrica para o mês de junho será verde, sem custo extra para os consumidores. Criado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza com precisão o custo real da energia gerada. Isso possibilita aos consumidores o uso consciente da energia elétrica.
Na prática, em períodos de seca nos reservatórios de água,  a produção e distribuição dos recursos energéticos ficam mais caras. O sistema de bandeiras deixa claro para o cidadão as condições de geração de eletricidade e as taxas cobradas.
Junho interrompe dois meses seguidos de bandeira vermelha, acionada quando os reservatórios estão mais vazios, gerando um custo extra nas contas de luz. Segundo a agência reguladora, a bandeira ficará verde no próximo mês em função de maior afluência nos reservatórios das usinas hidrelétricas e de uma perspectiva de redução no consumo de energia.
O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.
Fonte: Portal Brasil, com informações da Aneel

Inscrições para segunda edição do Sisu começam nesta segunda-feira (29)

As inscrições para a segunda edição de 2017 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam nesta segunda-feira (29) e vão até 1º de junho. Um total de 51.913 vagas serão oferecidas pelas 63 instituições de educação superior que assinaram o termo de adesão – 59 federais e quatro estaduais. Para se candidatar, é preciso ter realizado o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter tirado zero na redação.
Do total de vagas, 22.663 estão em universidades e institutos federais da Região Sudeste, 18.726 no Nordeste, 8.338 no Sul, 1.133 no Norte e 1.053 no Centro-Oeste. Por modalidade, 25.707 vagas são destinadas à ampla concorrência, 24.744 obedecem às cotas estabelecidas pela Lei nº 12.711/2012 e 1.462 fazem parte de ações afirmativas próprias das instituições.
“Para esse processo seletivo, a novidade é a inclusão de vagas reservadas a pessoas com deficiência, conforme determinado pela Lei nº 13.409, de 28 de dezembro de 2016, que alterou a lei de cotas”, explicou Vicente de Paula Almeida Junior, diretor de políticas e programas de educação superior do MEC.
Opções 
Ao todo, estão sendo oferecidos, em diversas áreas de conhecimento, 1.462 cursos de graduação, podendo o candidato optar por até dois deles. As maiores ofertas de vagas são para administração (1,7 mil), pedagogia (1,6 mil), matemática (1,5 mil), ciências biológicas (1,4 mil), direito (1,4 mil), engenharia elétrica (1,3 mil) e medicina (1,3 mil). 
Os cursos mais procurados no segundo semestre de 2016 foram medicina, com 151,3 mil inscrições; direito (94,6 mil), administração (72,4 mil), pedagogia (53,8 mil), engenharia civil (44,4 mil), psicologia (42,7 mil), educação física (41,2 mil), enfermagem (40,3 mil), nutrição (38 mil) e ciências biológicas (34,8 mil).
Inscrições 
O processo é bem simples e deve ser feito exclusivamente na página do Sisu na internet, sem nenhuma cobrança de taxa. Basta acessar a página com o número de inscrição e senha do Enem de 2016, para depois definir os cursos por ordem de preferência. O candidato deve ficar atento à relação dos documentos exigidos pelas instituições para a efetivação da matrícula, em caso de aprovação.
Caso o estudante tenha alguma dúvida sobre o curso escolhido e queira mudar de opção, poderá fazê-lo quantas vezes achar conveniente, até o encerramento das inscrições. Para tanto, será considerada válida a última inscrição confirmada. Mesmo quem participou de etapas anteriores e chegou a ser selecionado poderá se candidatar nessa nova edição, desde que tenha feito o Enem requerido.
Também poderá concorrer o estudante que já estiver matriculado em um curso de graduação – desde que seja em instituição particular, já que não será possível ocupar duas vagas simultaneamente em instituições públicas. Da mesma forma, aqueles que tentam uma bolsa pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) podem participar do Sisu, contanto que, no caso de serem selecionados, optem por um dois.
Esta segunda edição do Sisu será realizada em uma única chamada, estando o resultado previsto para ser divulgado em 5 de junho – mesma data em que será aberta a lista de espera. Já a matrícula deve ser feita entre os dias 9 e 13 de julho.
Fonte: Do Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

REGIÃO: Projeto leva observação astronômica aos bairros de Videira


Créditos: Arte: Camila Panigas

Observatório Municipal Domingos Forlin vai levar suas atividades de observação astronômica para os bairros de Videira, por meio do projeto Astronomia nos Bairros. O objetivo é proporcionar à comunidade uma observação pública e dinâmica sobre o Universo, utilizando-se de recursos do Observatório, como a equipe e telescópios eletrônicos para observação noturna.
A primeira atividade acontece nesta terça-feira (30), quando a Escola de educação Básica Municipal Joaquim Amarante, no Bairro Amarante, recebe as atividades de observação astronômica, a partir das 18h30.
No dia 5 de maio será a vez da Escola Polo São Pedro, na localidade de São Pedro, a partir das 19h30. O evento tem foco nos alunos das respectivas escolas, porém é aberto para toda a comunidade, com entrada franca.
“Levar esses eventos para as os bairros oportuniza o contato das pessoas com a astronomia, por meio das observações astronômicas, inclusive pessoas que não podem vir porque moram em localidades distantes do Observatório”, avalia o assessor do Observatório, Odirlei Marcelo Alflen.

site/prefeitura

REGIÃO: 3º Brechó do Cecap deve oferecer duas mil e quinhentas peças para comercialização


O 3º Brechó do Cecap (Centro de Educação, Cultura e Arte Popular) deve disponibilizar aproximadamente duas mil e quinhentas peças para comercialização. A informação é da organização do evento, que será realizado nos dias 9, 10 e 11 de junho no São Miguel.

A terceira edição do brechó do Cecap acontecerá em dois locais simultaneamente, no Cecap, localizado na rua Arcindo Hass 337, bairro São Miguel no dia 9 de junho (sexta-feira) das 14h30 as 20h00, no dia 10 de junho (sábado) das 9h00 as 18h00 e no dia 11 de junho (domingo) das 9h00 as 12h00.
No sábado (27 de maio), integrantes da Apafec (Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular) estiveram na cidade de Lages, onde recolham roupas doadas. As peças vindas de Lages se juntaram-se com aquelas que vieram de Curitiba. O transporte das roupas trazidas a Fraiburgo para comercialização no brechó foi feito pelo empresário Celson da Luz, popularmente conhecido como Celsinho, que fez o frete pelo custo do óleo diesel.
No mesmo dia 10 de junho (sábado), das 9h00 as 18h00, o Brechó do Cecap acontecerá também no Pavilhão Comunitário Faxinal dos Carvalhos. As roupas foram doadas pela empresa de Viagens e Turismo Transmanuus.
“Serão três dias de Brechó com roupas e calçados masculinos, femininos e infantis a
R$ 3,00 – R$ 5,00 – R$ 7,00 – R$ 10,00”, destaca a organização do 3 Brechó do Cecap.

Sobre investimentos de recursos
Nos próximos dias membros da Apafec farão a seleção e preparação das roupas. As roupas encontram-se em bom estado de conservação, algumas com etiquetas.
Os recursos arrecadados com a ação serão investidos na construção do Centro de Educação, Cultura e Arte Popular, o Cecap, localizado na rua Arcindo Hass, 337 – bairro São Miguel – Fraiburgo/SC.
O Cecap
Desenvolvido desde agosto de 2010, o Cecap é resultado de uma iniciativa da Apafec (Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular). Representa um espaço destinado a apresentações e atividades educativas, culturais e artísticas e possui características que hoje não existe nos bairros São Miguel e Nossa Senhora Aparecida.
Para saber mais sobre o Centro de Educação, Cultura e Arte Popular, clique aqui.
fonte:Jornal Caboclo

Videira já bateu meta de imunização, mas também prorrogará vacinação contra a gripe

Mais de 2,4 mil crianças (de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias) já foram vacinadas
Créditos: Arquivo PMV/Pedro Schaitel
Videira já atingiu a meta de vacinar 90% do público-alvo da Campanha de Vacinação Contra a Influenza, mas por determinação do Ministério da Saúde, assim como o restante do país, vai prorrogar a campanha até o dia 9 de junho.
A campanha encerraria neste dia 26 de maio, porém o Ministério da Saúde orientou aos estados que dessem continuidade à vacinação, pois a meta geral nacional não foi alcançada. Em Santa Catarina, a cobertura vacinal até o meio desta semana era de apenas 77,72%.
Nas próximas semanas, diferentemente do restante da campanha, a vacinação em Videira será oferecida apenas no Posto Atendimento Médico (PAM), no bairro São Cristóvão, com atendimento das 8 horas às 16h30, sem fechar ao meio dia.
“Quando o Ministério da saúde prorroga a vacinação, independentemente de o município ter batido a meta ou não, é preciso dar continuidade à campanha. Isso é positivo porque vai melhorar os nossos números de imunização”, avalia o secretário de Saúde e Ação Social, Carlos Barzotto.
De acordo com a enfermeira responsável pelo setor de imunização do PAM, Mirian Rostirolla, Videira atingiu, até o dia 25 de maio, 92,35% do público-alvo.
A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) divulgou nota nesta semana, orientando que todos os municípios deem sequência às atividades de imunização, considerando as seguintes populações-alvo: idosos (com mais de 60 anos), crianças (de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, professores, população carcerária e doentes crônicos.


Número de imunizações por grupo prioritário*
Idosos (com mais de 60 anos) – 4.702
Crianças (de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias) – 2.413
Gestantes – 350
Puérperas (até 45 dias após o parto) – 71
Trabalhadores da saúde – 572
Professores – 617
População carcerária – 137
Pacientes crônicos – 2.159
Total: 11.021
*número de imunizações até 25 de maio

site prefeitura

Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai até dia 9 - Tangará atingiu 87,49% do público alvo



 A campanha de vacinação contra a influenza foi prorrogada nacionalmente até o dia 09 de junho.
As doses existentes nos municípios continuam sendo destinadas aos grupos prioritários já elencados crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, gestantes, puérperas, idosos, trabalhadores de saúde, professores, indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adolescentes sob medidas socioeducativas.
Segundo a enfermeira na UBS de Tangará, Josiane Pontel, a meta a ser alcançada é de 90% da população alvo, sendo que até o momento a cobertura de vacinação por grupo no município é a seguinte:
Crianças: 77,19%
Profissionais da saúde: 92,20%
Gestantes: 54,93%
Puérperas: 75%
Idosos: 92,98%
Totalizando 87,49% da população alvo.

Com informações da Prefeitura