quinta-feira, 29 de maio de 2014

MOSTRA DO VINHO UNE SETOR E APONTA MOBILIZAÇÕES


Evento reuniu produtores de todas as regiões e resultou na formação de um grupo que organizará ações dirigidas à cadeia produtiva da uva A IV Mostra do Vinho Catarinense, que aconteceu na quarta-feira (28), na Assembleia Legislativa, reuniu agricultores, vitivinicultores, especialistas e representantes do setor, na divulgação da produção do Estado. Deputados estaduais, secretários municipais e vereadores também participaram das atividades. Além das três oficinas de degustação e do I Simpósio Desafios da Cadeia Vitivinícola em Santa Catarina, uma solenidade à noite marcou o Dia do Vinho (primeiro domingo de junho) com a abertura simbólica do primeiro barril de vinho produzido no Estado. A atividade foi seguida de degustação de vinhos catarinenses pelos mais de 200 participantes da Mostra. Um dos principais resultados da Mostra veio do Simpósio realizado durante a tarde, com a participação de lideranças do setor, produtores e especialistas. O debate resultou na formação de uma comissão que, a partir das pautas apresentadas no Simpósio, será encarregada de formar um calendário de ação com as principais demandas da vitivinicultura. “Temos diversas demandas sobre as quais precisamos agir, entre elas, proteger a produção dos agricultores familiares, diminuir impostos para o restante da cadeia produtiva, e investir em divulgação, na cultura do consumo responsável do vinho. E para tudo isso precisamos da união de todos os segmentos da cadeia produtiva”, afirmou o deputado Padre Pedro Baldissera, um dos organizadores da Mostra e autor do projeto que resultou no Dia do Vinho. O diretor executivo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Carlos Raimundo Paviani, apontou para a necessidade de criação de uma cultura de consumo responsável do vinho, que valorize a produção nacional. Paviani também destacou a necessidade de proteção da produção de vinhos coloniais e a luta por igualdade tributária. “Nós sofremos com a entrada de produtos importados com imposto mais baixo e também com o contrabando de vinhos, que não pagam qualquer imposto. Para todas estas questões o primeiro passo é unir a cadeia produtiva em torno de objetivos comuns”, observou. A sommeliére e consultora internacional de vinhos, Adriane Wiest, lembrou da importância de valorizar a produção vitivinícola catarinense e o gradativo aumento na qualidade do produto local. “Nós temos muitos exemplos positivos de vinhos que se destacam fora daqui, mas que não tem a valorização devida dentro do nosso Estado. Precisamos divulgar e valorizar esta produção”, avalia Adriane. Segundo ela, julgadores e consultores de outros países olham para Santa Catarina com interesse, o que mostra a evolução do Estado no setor vitivinícola. “Há 20 anos não se falava em vinho no Brasil, mas agora isso mudou. Precisamos mostrar que o vinho não é algo que envolve classe, ou esnobe, mas que é uma bebida para todas as horas e boa para a saúde”, complementa. O presidente da Cresol Tangará, Antônio Vian, reafirmou o papel da agricultura familiar na produção vitivinícola e de alimentos, e reforçou a importância da união da cadeia produtiva. “São os trabalhadores da agricultura que produzem a uva e que garantem alimento às cidades. Precisamos valorizar este setor e, ao mesmo tempo, colocar de lado disputas pontuais dentro da cadeia produtiva em nome do interesse de todos”, disse Vian. Produtores de diversas regiões A Mostra reuniu vitivinicultores de todas as regiões produtoras do Estado. A família de Naira Marx, de Iporã do Oeste, trabalha há 10 anos na produção vitivinícola e nos últimos anos investiu em aprimoramento. “Nosso principal produto é o vinho, mas já produzimos também suco e ampliamos aos poucos nossa estrutura. Podemos avançar, mas a questão tributária segue sendo significativa”, disse. Roberto Junges, de Serra Alta, reitera o protesto contra a carga tributária. “Enfrentamos a falta de fiscalização na produção e os produtos importados, que retiram nosso mercado com um custo baixo em razão dos impostos cujo valor é inferior ao nosso”, explica. Uma alternativa que várias cidades encontraram para ampliar a visibilidade do vinho é a realização de feiras que, além da bebida, incluem atrativos gastronômicos. Cedenir Carlos Novello, da prefeitura de Pinhalzinho, participou da Mostra para divulgar a 12ª Feira do Vinho, Queijo e Salame, que reúne produtores do município. “O que queremos é garantir um local de comercialização e de contato entre agricultores e vitivinicultores, e consumidores”, destaca.
 fonte:Assessoria de Imprensa

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Prazo de inscrição no Enem termina amanhã

 

Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até amanhã (23) para fazer as inscrições. Para se inscrever, é preciso acessar o site do Enem e preencher os campos solicitados. 

 

Com o prazo encerrando amanhã, a recomendação do Inep é que os candidatos não deixem para a última hora, a fim de evitar problemas, como o acesso lento ao site do instituto. 

 

Após a inscrição, o candidato tem como data limite 28 de maio para pagar a taxa de R$ 35. Sem ela, a inscrição não é confirmada. Estudantes da rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo são isentos.

 

Feita a inscrição, o candidato pode acessar a página pessoal a qualquer momento, a fim de gerar o boleto para o pagamento da taxa, alterar dados cadastrais e o município onde fará a prova. Para isso, é preciso o CPF e a senha cadastrada. Caso tenha esquecido a senha, é possível recuperá-la no local indicado na própria página.

 

As provas acontecerão nos dias 8 e 9 de novembro.


Imagem ilustrativa /reprodução

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Negros ocupam metade das bolsas do ProUni

imagem ilustrativa- reprodução internet

Metade dos beneficiados pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) é negra. A informação foi divulgada pelo secretário da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Paulo Speller, em seminário que comemorou os dez anos do programa, na Câmara dos Deputados. Desde que foi criado, o ProUni ofertou, no total, 1,27 milhão de bolsas e formou 400 mil estudantes.
No Brasil, juntos, pretos e pardos são 50,7% da população, segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, o grupo é minoria no ensino superior. O Censo da Educação Superior de 2012 mostra que, dos 7 milhões de estudantes, 187 mil são pretos e 746 mil pardos, o que representa 13,3% do total. A maioria dos negros está em instituições particulares, 608 mil, 62,2% dos que cursam ensino superior.
Na análise do professor de história e integrante da UNEafro Brasil, Douglas Belchior, o dado é positivo e mostra uma ocupação cada vez maior da juventude negra em cursos superiores. No entanto, ele ressalta que a luta histórica do movimento negro é pela ocupação de vagas em instituições públicas de ensino. 
“A reivindicação é por uma educação pública de qualidade para que um dia esses programas compensatórios, como as cotas e o ProUni, possam deixar de existir", diz, acrescentando que “ainda que tenham as cotas, elas são metade do que reivindicamos historicamente, que é a ocupação das vagas na proporção da presença de negros em cada estado”.
O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino. As integrais são para estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são para candidatos com renda bruta familiar igual ou inferior a três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial pode usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade. Em 2014, foram ofertadas 191 mil bolsas, entre parciais e integrais. Atualmente, participam do programa 1,2 mil instituições e, no total, 500 mil bolsas estão ativas. 
O programa tem o objetivo de ampliar o acesso à formação superior. Até 2011, aproximadamente 18% dos jovens de 18 a 24 anos tinham acesso a cursos de nível superior.  Em 2012, o censo apontou que o número de matrículas era superior a 7 milhões. As instituições privadas concentram a maior parte desse total: 5,1 milhões. O Plano Nacional de Educação (PNE), em tramitação no Congresso Nacional, estabelece que, em dez anos, 33% da população entre 18 e 24 anos deve ter acesso ao ensino superior.
Para Paulo Speller, o programa está cumprindo o papel social.  "A conclusão que podemos tirar é que o ProUni é um programa efetivamente de inclusão social. Tem sido aperfeiçoado, mas esses dados são em relação ao total. Temos aqui uma plataforma que atesta o grande sucesso que tem sido esse programa", diz o secretário.  Ele explica que os bolsistas integrais matriculados em cursos presenciais com, no mínimo, seis semestres e cuja carga horária média é igual ou superior a 6h diárias podem receber também uma bolsa permanência de R$ 400. Segundo Speller, 6,8 mil alunos estão aptos a receber o benefício.
fonte:Agência Brasil
imagem reprodução internet

segunda-feira, 19 de maio de 2014

EM DEZ MESES, AGRICULTORES FAMILIARES BRASILEIROS APLICARAM VALOR IGUAL AO DE TODA SAFRA 2012/2013

Cresol Central já liberou mais de R$ 250 milhões neste período

Às vésperas da safra 2014/2015, o total aplicado pelos agricultores familiares brasileiros atinge R$ 18,6 bilhões, valor igual ao aplicado em toda a safra passada 2012/2013. Os financiamentos representam um recorde para o setor. No período entre 1° de julho de 2013 e 30 de abril de 2014, foram mais de 1,6 milhão de contratos realizados. As mulheres foram responsáveis por mais de 445 mil contratos, com R$ 2,8 bilhões contratados.
“Próximo de atingir o total disponibilizado para a safra atual 2013/2014, que é de R$ 21 bilhões, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) tem apresentado valores crescentes a cada mês. Isso demonstra comportamento positivo de investimento dos agricultores familiares, o que nos leva uma boa expectativa para o próximo ano”, avalia o secretário da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA), Valter Bianchini.
Bianchini observa que os agricultores financiaram, em média, R$ 1,8 bilhão por mês na safra atual (2013/2014). Ele relaciona o volume de operações a vários fatores, entre eles, a adimplência dos agricultores familiares, os movimentos sociais, as ações dos agentes financeiros que operam o crédito rural, o comportamento dos preços dos produtos e os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).
Segundo o secretário, outro fator de expectativa de continuidade do crescimento do volume de crédito é o processo de renegociação de dívidas. A iniciativa colocará mais de um milhão de agricultores familiares e assentados da Reforma Agrária em adimplência, fazendo com que possam demandar novo crédito.
Os valores contratados foram fornecidos pela Diretoria de Organização do Sistema Financeiro e Controle de Operações do Crédito Rural (Diorf), Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do Proagro (Derop), do Banco Central, que gerencia o Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro (Sicor).
Investimento e custeio
Os agricultores aplicaram R$ 10,2 bilhões em investimento, enquanto R$ 8,4 bilhões foram para custeio no período até abril. Do total de contratos, um milhão foi para investimento e 574 mil para operações de custeio.
Produção agrícola e pecuária
Dos R$ 18,6 bilhões contratados, R$ 10,4 bilhões foram destinados à produção agrícola. O valor financiado para a atividade pecuária foi de R$ R$ 8,2 bilhões.
Cresol Central
No período de 1o de julho de 2013 a 30 de março de 2014, a Cresol Central disponibilizou R$ 251,2 milhões, através de 20.637 contratos. Foram 3.200 contratos em investimento, que totalizam mais de R$ 87 milhões e 17.437 em custeio, cujo montante é superior a R$ 164,2 milhões. A média mensal de liberações foi de mais de R$ 25 milhões.
Fonte:Cresol Central SC/RS

Crianças e adolescentes do PEB realizaram segundo passeio do ano


Foi realizado no domingo (18/05), o segundo passeio de 2014 com crianças e adolescentes que integram o Projeto Esporte Bemlegal – PEB, também participaram mães, pais e educadores. O coletivo passou o domingo no município vizinho de Videira, visitando e utilizando a Cidade da Criança e a Praça do Lazer localizada na entrada do bairro Farroupilha. Os dois espaços são destinados ao esporte, cultura e lazer comunitário. DSCF4252 Visita ao Parque do Lazer Na Cidade da Criança, foram realizadas diversas brincadeiras e dinâmicas de grupo, piquenique e também a revelação do Amigo/a Bombom. No Parque do Lazer, as crianças e adolescentes puderam desfrutar do parquinho, quadras de esporte e em especial da pista de skate, (essa insciente em Fraiburgo). “Passeios e atividades como essa visam fortalecer os laços de amizade, solidariedade, carinho e respeito entre os participantes do Projeto Esporte Bemlegal e também o sentimento de pertença a uma entidade, por isso, participei e levei meus dois filhos”. Comenta Denise da Veiga Antunes. DSCF4242 Cidade da Criança O PEB, é desenvolvido pela Apafec (Associação Paulo Freire de Educação e Cultura Popular), desde abril de 2003, é um dos projetos esportivos sociais mais antigos, senão o com mais tempo em atividade em Fraiburgo. São desenvolvidas oficinas de esportes, dança, música, cidadania, passeios, caminhadas ecológicas e várias outras atividades. Os encontros acontecem aos domingos das 9h00min às 12h00min no Auditório e Ginásio do CAIC. 
fonte:Apafec

sexta-feira, 16 de maio de 2014

ESTADO INDENIZARÁ ESTUDANTE QUE TEVE OLHO PERFURADO POR LÁPIS NA ESCOLA


A 4ª Câmara de Direito Público do TJ fixou em R$ 30 mil, a título de indenização por danos morais, o valor que os pais de uma menina vão receber após ela sofrer acidente na escola estadual onde estudava, na Grande Florianópolis, com consequente redução de sua acuidade visual. 
   De acordo com o processo, a menor foi atingida no olho esquerdo pela ponta de um lápis manuseado por um colega de classe. Mesmo depois de reclamar atenção pelo ocorrido, a estudante não teve atendimento da professora ou diretora e foi para casa só após as aulas, quando então foi levada pelos pais ao hospital. Em consulta, constatou-se grave lesão ocular, que motivou cirurgia corretiva e afastamento por uma semana de qualquer atividade cotidiana.
    "É dever da administração pública estadual arcar com as consequências do descumprimento do seu dever de guarda e vigilância, ao permitir que um aluno cause lesões em outro, durante o período de aula", anotou o desembargador substituto Júlio César Knoll, relator da apelação. A câmara entendeu que o evento ocorreu no momento em que a responsabilidade pelas crianças era do ente estatal.
    Segundo o relator, a escola é investida do dever de guarda e preservação da integridade física do aluno, com a obrigação de empregar a mais diligente vigilância, a fim de evitar qualquer ofensa ou dano aos pupilos que possam resultar do convívio escolar. O TJ concedeu parcial provimento ao apelo do Estado apenas para negar o pleito referente a danos estéticos, admitido inicialmente em 1º grau.
    “Compulsando o caderno processual [...] denota-se que, apesar de a apelada ter sofrido lesão no olho esquerdo, tendo de passar por procedimento cirúrgico, o expert respondeu negativamente quando indagado se dos fatos decorreram sequelas passíveis de serem verificadas em observação visual, ou se eventuais cicatrizes poderiam ser, por si sós, suficientes a chamar a atenção de terceiros”, finalizou Knoll. A decisão foi unânime.  
Fonte: TJSC

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Maior companhia ferroviária do Brasil é condenada a pagar R$ 15 milhões por trabalho escravo


A  América Latina Logística (ALL), maior companhia ferroviária do Brasil, foi condenada a pagar R$ 15 milhões como dano moral coletivo por trabalho escravo. Em novembro de 2010, 51 trabalhadores foram resgatados em condições análogas a de escravo durante fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
Os trabalhadores foram encontrados em alojamentos em condições precárias no Embu-Guaçú e na Estação Ferraz, linhas férreas exploradas e mantidas pela All América. As vítimas estavam isoladas na mata e eram impedidas de manter qualquer contato externo.
Os operários eram ameaçados e sofriam agressões físicas e verbais sendo intimidados por homens com armas de fogo. As jornadas de trabalho chegavam a 70 horas semanais.
Ação foi movida pelo Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP). A companhia alegou em sua defesa que as irregularidades eram de responsabilidade da Prumo Engenharia, empresa contratada pela All América para oferecer mão de obra.
A decisão na 1ª Vara do Trabalho de Itapecerica da Serra responsabilizou a concessionária All América por sua cadeia produtiva, destacando que a companhia tem o dever de fiscalizar o cumprimento da legislação por suas terceirizadas.
fonte: Radioagência BdF
imagem reprodução BdF

segunda-feira, 12 de maio de 2014

MST lança Biblioteca Virtual sobre a questão agrária brasileira

Por MST

 A Biblioteca virtual do MST está no ar. Com mais de 1600 arquivos já disponíveis, o objetivo do projeto é reunir, organizar e disponibilizar num único site o acúmulo teórico do Movimento sobre a questão agrária a todos interessados. Para acessar a Bilbioteca, é só entrar em http://www.reformaagrariaemdados.org.br/biblioteca Temas como a luta pela terra, Reforma Agrária, Agroecologia e Soberania Alimentar fazem parte do acervo. A Biblioteca foi lançada oficialmente durante o encontro nacional de pesquisadores da Reforma Agrária, realizado na Escola Nacional Florestan Fernandes, entre os dias 8 a 10 de maio. “Acreditamos que agrupar esta produção de conhecimento facilitará a pesquisa e o estudo de todas e todos que atuam na área, além do incentivo e da ajuda na divulgação dos trabalhos comprometidos com essa luta”, afirma em nota a coordenação nacional do MST. A Biblioteca é um projeto colaborativo em permanente construção. Todos que tiverem materiais relacionados à questão agrária brasileira podem enviar o arquivo no emailquestaoagrariabrasileira@gmail.com para incorporá-lo ao acervo.

Família com veículo de Tangará sofre acidente em Campos Novos


Família com veículo de Tangará sofre acidente em Campos Novos
Foto:Bombeiros de Campos Novos
Por volta das 19h40min deste domingo (11) o Corpo de Bombeiros de Campos Novos foi acionado para atender uma saída de pista na SC-135 no distrito de Bela Vista. Segundo os bombeiros, o acidente envolveu um veículo Fiat Uno com placas de Tangará, com três ocupantes. O condutor de 50 anos e mulher de 45 anos que estava no banco do carona não ficaram feridos. Uma criança de 08 anos que também viajava no veículo, se queixava de dores no pescoço e na clavícula e foi encaminhada ao hospital Dr. José Athanásio. As causas do acidente estão sendo apuradas. 
 Fonte : Oséias Inácio

CDL repassa mais de 100 livros à Biblioteca Pública de Videira


A CDL Videira entregou na última sexta-feira (9), à Associação Amigos da Biblioteca Municipal Euclides da Cunha (AABMEC), mais de 100 exemplares de livros arrecadados entre as mais de 250 lojas associadas a entidade. A entrega foi feita pela diretora social da CDL, Ivonete Zani à representantes da Biblioteca. Segundo ela, há alguns dias a CDL, que também tem um representante compondo a diretoria da AABMEC, iniciou uma ampla campanha entre os associados para arrecadar livros para compor o acervo da Biblioteca Pública.

A iniciativa, segundo Ivonete, rendeu bons resultados permitindo que mais de 100 exemplares fossem arrecadados em poucos dias. "Muitos destes livros passarão compor o acervo da biblioteca e aqueles que já tem na instituição serão vendidos na feirinha do sebo que a AABMEC promove uma vez por mês, junto com os dias "D" do comércio. Os recursos arrecadados serão usados para comprar títulos que a biblioteca ainda não possui", explica.

O presidente da CDL, Evandro Colle, destaca que os associados podem continuar doando os livros e entregando os exemplares na sede da CDL. Além disso, no próximo dia 31 de maio, a CDL será parceira do Dia Solidário que acontecerá no Parque Rio do Peixe. Na ocasião a CDL e a AABMEC montarão um posto de coleta de livros e toda a comunidade está convidada a fazer doações. O evento que oferecerá diversos serviços prestados por entidades videirenses acontecerá das 9h até as 20h, sendo que após as 16h a iniciativa terá diversas atrações culturais e musicais.
 Para ouvir clique aqui:playAUDIO POPULAR FM 12 05 2014
Locução: ALAN SANTOS
FONTE:PopularFM
imagem ilustrativa -reprodução

Educação:Inicia hoje inscrições para o Enem


As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) iniciam hoje (12). Interessados podem se candidatar pelo site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até sexta-feira dia 23.
Qualquer pessoa pode se inscrever no exame, que está marcado para os dias 8 e 9 de novembro. O valor da inscrição é R$ 35. Alunos de rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo são considerados isentos. A taxa deve ser paga até o dia 28 de maio.
Com informações da Agência Brasil

Trânsito policial : Dois irmãos morrem em acidente na SC-480, saída para Bom Jesus


Dois irmãos morreram após a moto em que estava bater de frente com um caminhão. O acidente ocorreu por volta das 18h45min deste domingo (11), na SC-480, saída para Bom Jesus. Lindolfo Antunes de Lima, de 34 anos era o condutor da moto e, Kelvin Antunes de Lima, de 18, o caroneiro. Eles são irmãos e de acordo com o sistema da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), são naturais de Chapecó, mas ainda não há informações da cidade onde moram. Segundo populares, o condutor da moto Honda Biz, placas de Chapecó, fazia o sentido Bom Jesus a Xanxerê. Em parte do trecho realizava diversas ultrapassagens, quando colidiu frontalmente com o caminhão, placas de São Domingos, carregado de leite de uma empresa de Xaxim, que fazia o sentido contrário. O motorista não se feriu. A força da colisão fez com que o caminhão passasse por cima da moto e, consequentemente, dos dois ocupantes que tiveram morte instantânea. Equipes do Corpo de Bombeiros de Xanxerê, além do Samu estiveram no local para possíveis atendimentos, porém não foi necessário. Um agente da Polícia Civil e Instituo Geral de Perícia (IGP) também estiveram na rodovia. A via ficou congestionada, nos dois sentidos, por mais de dois quilômetros e cerca de uma hora até a chegada do IGP para a retirada dos corpos, que foram encaminhados à Delegacia de Xanxerê. 
fonte e fotos:TSX

Equipes de Caçador conquistam Copa de Handebol


Caçador sediou neste sábado, 10, a 1ª Copa ACHb/FMEC de Handebol Cadete (16 anos). As disputas,  no masculino e feminino, aconteceram no ginásio da Escola Pierina, com equipes da região, Lages, Luzerna e Joaçaba.

As equipes caçadorenses da FMEC/Colégio de Aplicação/ACHb fizeram bonito e levaram o título de forma invicta, tanto no masculino como no feminino.
Segundo o professor do Leandro Martelo, essa é a segunda copa regional de handebol, sendo que a primeira aconteceu em Luzerna. O objetivo é fortalecer a modalidade, movimentando as equipes durante todo o ano.
“Já evoluímos da primeira copa em termos táticos e técnicos, esse é nosso objetivo em participar e organizar as competições. Estamos evoluindo cada vez mais para os torneios maiores que virão no decorrer do ano” comenta o técnico”, disse Leandro.
foto1
“Gostaríamos de agradecer a Fundação Municipal de Esportes, Colégio de Aplicação, UNIARP, ACHb, a escola Pierina em nos ceder o ginásio, aos atletas de outras categoria que nos ajudaram na organização, aos pais dos atletas e em especial os atletas que representaram muito bem Caçador”.
fonte:Caçador Online

Região - Policial: Acidente em Jaborá


A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) atendeu a um acidente com vítima por volta das 19h30 deste domingo na rodovia SC-355, no município de Jaborá. O motorista teve lesões leves. Trata-se de uma saída de pista seguida de choque em cerca, envolvendo o veículo GM/Vectra, placas MHC-0930, do município de Joaçaba-SC, conduzido por T.N., de 32 anos de idade. O condutor do carro foi levado para o hospital de Joaçaba pela ambulância do Município de Jaborá, pois apresentava escoriações e pequeno corte na região da cabeça. 
 fonte: Radio Rural

Estadual: No Ar a primeira edição do JT


Hoje as 07h da manhã nas emissoras filiadas a ABRAÇO-SC, foi lançado o aúdio da edição 001 do  Jornal dos Trabalhadores. Este Jornal é uma produção da ABRAÇO-SC e das rádios comunitárias de Santa Cataria e  leva informações relativas ao mundo do trabalho, acesse: www.jornaldostrabalhadores.org.br e conheça mais sobre esta ferramenta.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Caçador enfrenta cidade paulista no Dia do Desafio

foto1Foi realizado no último dia 5, sorteio do Dia do Desafio, evento organizado pelo SESC em vários países. Caçador vai enfrentar a cidade paulista de Bebedouro (71 mil habitantes). A iniciativa, que tem como objetivo estimular a população a praticar atividades físicas, acontece no dia 28 de maio.
De acordo com Gicerlei Candiago, do SESC, o mais importante é participar. “Existe a competição entre as cidades, mas o importante mesmo é participar, deixando essa mensagem da importância das pessoas terem hábitos saudáveis de vida, começando pelo exercício físico”, disse.
“Este ano vamos estar com apoio reduzido da Fundação de Esportes, devido o Parajasc. Mesmo assim estaremos promovendo o Dia do Desafio e organizando algumas atividades”, acrescenta a representante do SESC.
Outras cidades da região no Dia do Desafio
Matos Costa x Tavares (RS)
Rio das Antas x David Canabarro (RS)
Macieira x Iracema do Oeste (PR)
Lebon Régis x Santana do Cariri (CE)

Fonte: CaçadorOnline

Videira no Dia do Desafio 2014 enfrenta cidade do interior de São Paulo


Videira, através da Fundação Municipal de Esportes iniciou os  trabalhos para envolver  escolas, entidades e também empresas  do município para participarem do Dia do Desafio, (Challenge Day). Na edição deste ano, os videirenses  irão enfrentar a cidade de Pilar do Sul (SP).
Este evento é uma realização do SESC, foi criado no Canadá, e se espalhou pelo mundo através da The Association For International Sport for All (Tafisa), entidade de promoção do esporte para todos, sediada na Alemanha.
O evento faz com  que cidades do mesmo porte estabeleçam uma saudável competição para tentar mobilizar a maior porcentagem de pessoas, em relação ao número oficial de habitantes.
Este dia é  uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde, promovida por meio de ações comunitárias, sempre na última quarta-feira do mês de maio.

Empresários são presos por adulterar leite com produtos cancerígenos

Empresários do Rio Grande do Sul foram presos acusados de ordenar a adição de produtos como soda cáustica, bicabornato de sódio e água oxigenada ao leite produzido nas fábricas Pavlat e Hollmann. As prisões e a apreensão de documentos nesta quinta-feira (8) no Rio Grande do Sul, fazem parte da quinta fase de investigações da Operação Leite Compen$ado.

A Operação Leite Compen$ado foi deflagrada há um ano pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Receita Estadual.

Cerca de 1 milhão de litros de leite adulterado ou fora dos padrões sanitários foram vendidos pelas empresas de laticínios Pavlat e Hollmann desde o início das investigações da quinta fase da Operação.

Produtos eram adicionados para corrigir a acidez do leite cru que, por estar se deteriorando, seria inutilizado. As empresas investigadas haviam adquirido produtos químicos, muitos cancerígenos, em larga escala, o que chamou a atenção das autoridades.

Quinze mandados de busca e apreensão e três de prisão estão sendo cumpridos nas cidades gaúchas. Foram expedidos ainda mandados de apreensão para 34 caminhões usados para transportar o leite adulterado.

Fonte: Radioagência BdF

OPERAÇÃO LAVA A JATO - Deputados vão investigar contratos firmados por Serra com laboratório de doleiro


A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (7) requerimento para investigar os contratos fechados pelo Ministério da Saúde com o Labogen, laboratório investigado pela Polícia Federal na Operação Lava a Jato por servir a esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas comandado pelo doleiro Alberto Youssef, preso desde março em Curitiba acusado de envolvimento em movimentação ilegal de até R$ 10 bilhões. O documento solicita ao Ministério da Saúde, ao Tribunal de Contas da União (TCU) e à Controladoria-Geral da União (CGU) informações sobre a execução dos contratos firmados entre a Labogen e o governo federal no período de 1998 a 2014 – são três, ao total, os assinados entre 1999 e 2000, durante a gestão de José Serra (PSDB) como ministro, no valor de R$ 31 milhões.

O requerimento original, de autoria do deputado federal Renato Simões (PT-SP), solicitava informações apenas sobre os contratos fechados no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB, 1995-2002), mas, para que houvesse acordo entre os partidos para aprovação do pedido de informações, ampliou o escopo da análise para incluir os governos Lula (PT, 2003-2010) e Dilma (PT, 2011-2014). "Aceitamos a ampliação do pedido, até porque não há registros de convênios com a Labogen em nossos governos. Todos os três contratos existentes foram firmados na gestão do Fernando Henrique e do ministro José Serra. Se há quem tenha que explicar essa relação, são os tucanos", afirmou Simões.

Durante a gestão Serra, três contratos foram firmados com a Labogen: um em 1999, no valor de R$ 620 mil (mas para o qual foram liberados apenas R$ 245 mil), e outros dois, no ano 2000, com valores de R$ 12 milhões (dos quais foram liberados R$ 370 mil) e R$ 18 milhões, o último pago na íntegra. Todas as contratações foram realizadas pelo Instituto de Tecnologia em Fármacos, da Fundação Oswaldo Cruz, para o programa de industrialização de medicamentos para aids. Além dos contratos com o governo federal, o Labogen assinou ainda compromissos com a Fundação do Remédio Popular, do governo estadual de São Paulo, no valor total de R$ 14 milhões. Os contratos com o governo paulista foram firmados entre 1999 e 2005, durante as gestões de Mário Covas (PSDB, 1995-2001) e Geraldo Alckmin (PSDB, 2001-2006).

Também na quarta-feira (7), a Comissão de Segurança Pública da Câmara aprovou convites aos ex-ministros Alexandre Padilha (PT) e José Serra (PSDB) para que expliquem em plenário o contrato com o Labogen. Como não ocupam mais cargos na administração pública, nenhum dos dois é obrigado a comparecer à Câmara para prestar informações.

A Operação Lava a Jato revelou ainda a influência de Youssef junto a parlamentares no Congresso Nacional: o deputado federal André Vargas (PT-PR) e o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) teriam recebido caronas no jatinho particular do doleiro. Vargas é investigado por conversas captadas em escutas telefônicas e trocas de mensagem por e-mail que o identificariam como lobista da Labogen junto ao governo federal. O deputado federal Luiz Argôlo (Solidariedade-BA) também teve laços financeiros com o doleiro descobertos pelas investigações, após utilizar verba de gabinete para pagar R$ 30 mil a empresas de Youssef.

O doleiro é conhecido por ter feito acordo de delação premiada com a Justiça em 2003 para ajudar a apurar a remessa ilegal de mais de R$ 30 bilhões ao exterior por meio de contas do Banco do Estado do Paraná (Banestado). A Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou o caso entre 2003 e 2004 solicitou o indiciamento de Gustavo Franco, presidente do Banco Central entre 1997 e 1999, do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e do empresário Samuel Klein, fundador das Casas Bahia, além de outros 90 empresários e agentes públicos por envolvimento no envio de dinheiro a paraísos fiscais. O Banco foi privatizado pelos governos FHC e pelo então governador Jaime Lerner (então no PFL, hoje DEM) no ano 2000, e vendido ao Itaú por R$ 1,6 bilhão.

fonte:RBA
Imagem- reprodução da internet

Motorista fica ferido após colidir veículo contra árvore em Erval Velho




Um motorista perdeu o controle da direção, colidiu em uma árvore a capotou o veículo, Fiat Punto, na noite desta quinta-feira (08) na BR-282, próximo a Gruta em Erval Velho. O acidente foi registrado por volta das 20h, quando populares acionaram os Bombeiros de Joaçaba. O condutor N.C. de 33 anos, que reside em Erval Velho, foi encontrado em via pública apresentando suspeita de fratura na perna esquerda. Após procedimentos de primeiros socorros, ele foi conduzido à emergência do Hospital Universitário Santa Terezinha. Com o impacto, o motor chegou a se desprender do veículo. 

fonte: Christian Conte - Erval FM
 fotos: Felipe Marcon Junior

FUTEBOL: Caçadorense vai apresentar elenco dia 2 de junho


A Caçadorense quer montar um time competitivo para a Série B do Catarinense 2014. Mas até agora os trabalhos são apenas de bastidores, através de contatos com empresários e jogadores. Segundo o presidente Denílson Araújo, as informações nesse momento precisam ser sigilosas, pois há uma concorrência entre as equipes na busca pelos atletas. O planejamento do clube prevê apresentação do elenco e início dos treinamentos no dia 2 de junho. A primeira rodada do campeonato está marcada para 26 de julho, após a Copa do Mundo. “Esse trabalho de contato com jogadores nunca para. Já temos nomes certos, outros que estamos conversando. Porém nesse momento o foco maior é na base (equipes da Caçadorense estão na semifinal das categorias Júnior e Juvenil), até porque para trazer os jogadores do time profissional precisamos de espaço na Casa do Atleta”, explica o presidente. foto1Questionado sobre o técnico para a temporada, Denílson garante que ainda não há confirmação. O nome de Adriano Kanaã, ex Porto e atual treinador dos juniores da Caçadorense, é uma das alternativas. “Vamos conversar com o Adriano, mas só depois da semifinal. Agora o foco é todo nessa decisão. Seria muito importante para o clube conseguir essa vaga na final”, acrescentou o dirigente. fonte:Caçadoronline

Total de eleitores nas Eleições 2014 deve ser divulgado em 11 de julho


A divulgação do número oficial de eleitores aptos a votar nas eleições de 2014 deve ser divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 11 de julho. A veiculação dos dados será feita após a Seção de Cadastro de Eleitores da Corte Superior e a Corregedoria-Geral Eleitoral (CGE) concluírem a auditoria da base de dados e consolidarem as estatísticas finais.

Até o dia 8 de junho, por exemplo, as zonas eleitorais precisarão enviar ao TSE os lotes de Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE), que envolvem alistamentos, transferências e revisões eleitorais. A partir daí, as informações passarão por uma série de procedimentos com o objetivo de eliminar possíveis duplicidades ou pluralidades nas inscrições eleitorais. 

Com o fim do processamento dos dados – cujo encerramento deverá ser feito até 1º de julho –, caberá à Seção de Cadastro de Eleitores (SECAD) dar início a auditoria da base de dados, gerando a lista oficial de eleitores do país até 10 de julho.

Além de contabilizar os novos eleitores, a atualização do cadastro impedirá o voto daqueles que tiveram a inscrição cancelada ou suspensa e não regularizaram sua situação no prazo legal, bem como excluirá as inscrições de eleitores falecidos.

Segundo estatísticas oficiais fornecidas pela Corregedoria Regional Eleitoral de Santa Catarina (CRE/SC), o número de eleitores catarinenses registrados até 5 de maio de 2014 era de 4.820.125 votantes.

fonte: TRE-SC

No aviso de habilitação Nº 68 para rádios comunitárias no Brasil, Santa Catarina é contemplada com uma habilitação


O Ministério das Comunicações divulgou a lista de 69 entidades interessadas em outorgas para a radiodifusão comunitária, no aviso de habilitação de número 68. As entidades devem encaminhar a documentação necessária apenas para a sede do ministério, em Brasília, assim que órgão fizer as solicitações. O MiniCom enviará para as entidades contempladas, uma lista de exigências que precisarão ser apresentadas no prazo de 30 dias, a partir do recebimento das instruções. Em Santa Catarina uma entidade também foi contemplada, trata-se da  ASSOCIAÇÃO RÁDIO COMUNITÁRIA DO JURERÊ de Florianópolis. Abaixo confira a lista das entidades que foram contempladas
 
Com informações da Abraço Nacional 

APROVADO: CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E JORNALISMO SOCIAL E RELIGIOSO


É com grande satisfação que divulgamos a aprovação e em breve o lançamento do Curso de Pós Graduação (lato sensu) em Comunicação e Jornalismo Social e Religioso.
A pedido da Diocese de Caçador, da ACCAT (Associação Cultural Comunitária Amigos de Tangará) e em diálogo com diversas outras entidades e organizações populares que trabalham com diferentes veículos de comunicação, a UNOESC-Videira aprovou, no dia 07 de maio, um Curso de Pós-graduação (especialização) em Comunicação e Jornalismo Social e Religioso, como uma forma de auxílio e capacitação de comunicadores das Igrejas e das organizações e entidades que trabalham com responsabilidade e com seriedade o jornalismo e a comunicação em geral.
A novidade e a importância deste curso, é que ele emerge da solicitação de diversas pessoas que sentem a necessidade de ampliar e qualificar a comunicação de experiências e práticas de organizações sociais e religiosas, rádios, veículos de comunicação alternativos, cooperativas, associações, ONGs, além de socializar os conhecimentos acumulados historicamente na área da Comunicação e jornalismo.
O Curso será oferecido a todas as pessoas que concluíram um curso de graduação em qualquer área do conhecimento e que efetuarem e forem aprovadas em sua inscrição e documentação. Especialmente àqueles que manifestam interesse pelo conhecimento e capacitação para atuar em veículos de comunicação sociais, mídias, jornais, rádios, revistas, etc.
O curso é destinado especialmente a estudantes de Santa Catarina, mas aceita inscrições de pessoas de qualquer área da federação. Serão 18 etapas de dois dias cada etapa, que acontecerão nos sábados (vespertino e noturno) e aos domingos (matutino e vespertino), sempre nos terceiros finais de semana, uma vez por mês. As aulas serão presenciais. As inscrições estarão abertas durante o mês de junho (2014). O Curso deverá ser oferecido em Fraiburgo.
Por Gilberto Tomazzi

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacina contra a gripe

imagem ABr

O Ministério da Saúde orientou os municípios a prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe até atingirem 80% de cobertura do público-alvo. A campanha, que começou no dia 22 de abril, terminaria nesta sexta-feira (9).
Até ontem (8), mais de 21,3 milhões de brasileiros se vacinaram contra a doença, o que representa 53,6% da meta estabelecida. O Ministério da Saúde pretende imunizar 49,6 milhões de pessoas.
O grupo de mulheres pós-parto registrou a maior cobertura vacinal: 56,7% dessa população. Já gestantes, indígenas e trabalhadores de saúde estão entre os que menos buscaram a imunização. Segundo a pasta, a vacina contra a gripe é segura e evita o agravamento da doença, internações e, até mesmo, mortes.
A vacina está disponível nos postos de vacinação para crianças entre seis meses e cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.
Esta imunização é contraindicada para pessoas que tiveram reações alérgicas em doses anteriores ou que tenham alergia grave relacionada a ovos de galinha e seus derivados.
As pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, devem apresentar prescrição médica quando forem se vacinar. Quem já é cadastrado em programas de controle das doenças crônicas do SUS deve se dirigir aos postos em que estão cadastrados para receberem a vacina.
Os sintomas da gripe são febre, tosse ou dor na garganta, dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.
Agência Brasil

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Salário mínimo é responsável por 70% da redução da desigualdade, diz professor


A valorização do salário mínimo na última década foi responsável por 70% da redução no coeficiente de Gini, que passou de 0,594, em 2001, para 0,527, em 2011. O índice mede a desigualdade de renda no mercado de trabalho e, quanto mais próximo de 0, menor a diferença entre os maiores e os menores salários.

De acordo com o professor Naercio Menezes Filho, do Insper Instituto de Ensino e Pesquisa, a redução da desigualdade promovida pela valorização do salário mínimo é ainda mais evidente entre as mulheres. “Da redução do [coeficiente de] Gini no mercado de trabalho, o salário mínimo é responsável por cerca de 70%. O efeito é mais importante para as mulheres do que para os homens, já que há muitas mulheres ganhando salário mínimo, principalmente empregadas domésticas”, disse.

O professor participou nesta quarta (7) do seminário Política de Salário Mínimo para 2015–2018: Avaliações de Impacto Econômico e Social, organizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV) e pela Escola de Economia de São Paulo (Eesp-FGV).

Na mesa que discutiu a distribuição de renda promovida pelo salário mínimo, o professor André Portela, da Eesp, avaliou que, nos últimos anos, a valorização tem beneficiado a população com renda intermediária e não os mais carentes. Portanto, de acordo com ele, a política econômica deveria investir em outros mecanismos de redução da desigualdade, como a ampliação de programas como o abono salarial e o Bolsa Família.

Para o professor Marcio Pochmann, da Universidade de Campinas (Unicamp), a valorização do mínimo precisa retomar o objetivo de quando o benefício foi criado, de ser um parâmetro para as necessidades de sobrevivência do trabalhador.

“O salário mínimo foi estabelecido na década de 1940 como a média do salário urbano e era acima do PIB [Produto Interno Bruto] per capita. Representava um componente de garantir o mínimo para a força de trabalho. Com a política de arrocho da década de 1960, o mínimo não acompanhou a inflação. Somente a partir do Plano Real, o mínimo se deslocou de elemento de combate à inflação para instrumento de combate à pobreza”, relembrou.

O seminário do Ibre/FGV termina nesta quinta (8), quando serão debatidos os temas finanças públicas, inflação e macroeconomia do salário mínimo. O objetivo do evento é debater a política econômica, com a proximidade do fim da vigência, a partir de 2015, da atual regra para a correção do salário mínimo, que considera a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores e a inflação do ano corrente.

Agência Brasil