terça-feira, 31 de outubro de 2017

Senado vota proposta que pode mudar regras para motoristas de aplicativos



Em meio a protestos de taxistas e motoristas de aplicativos, o plenário do Senado vota hoje (31) proposta que pode deixar mais rígidas as regras para serviços de apps de transporte individual. Aprovado em abril pela Câmara dos Deputados, o texto tramita em regime de urgência e será o primeiro item da pauta do Senado na sessão desta terça-feira (30).

As regras aprovadas pelos deputados desagradaram os representantes de empresas como Uber, Cabify e 99. Entre outros pontos, o texto prevê vistorias periódicas nos veículos, idade mínima para os condutores, exigência de "ficha limpa" aos motoristas, adesão de placas vermelhas e licença específica para trabalhar.

O projeto é criticado pelos motoristas de aplicativos, que argumentam que ele "inviabiliza" o trabalho. Os representantes dos taxistas são favoráveis, porque dessa forma acreditam que a concorrência seria mais leal, com regras semelhantes para os dois profissionais.
Com informações da Agência Brasil

Outubro termina com sol entre nuvens e temperaturas amenas em SC


(Foto: Roberta Guerreiro/Divulgação)

O mês de outubro termina com previsão de sol entre nuvens em Santa Catarina. As temperaturas ficam amenas em boa parte das cidades.


"Vamos ter um dia onde teremos momentos de mais nuvens, sobretudo de manhã, que acabam permitindo aberturas de sol. Quanto mais para o Norte, maior a quantidade de nuvens", afirma o meteorologista Leandro Puchalski.


As temperaturas da tarde sobem um pouco mais no Oeste, onde variam entre 25 e 27°C. Nas demais regiões, os termômetros devem marcar de 22 a 25°C.

 


Quarta-feira


"Um ar seco garante a previsão de um dia de sol e até poucas nuvens em boa parte das cidades. Ao amanhecer ocorrem pontos de nevoeiros, isolados e mais concentrados no Norte e Vale do Itajaí. Vamos ter um comportamento típico de primavera em relação a temperatura. A quarta (1) começa fria em todas as regiões, tendo cada uma a sua intensidade", diz Puchalski.


Previsão de míninas



2 a 4ºC - Serra
8 a 11°C - Oeste e Sul
13 a 15ºC - Norte, Vale do Itajaí e Litoral


Em pontos mais altos da Serra também há chance de geada. Com o sol que predomina, as temperaturas sobem, com uma tarde de 21 a 24°C na maioria das cidades.

G1

Motoristas multados podem consultar dados de agentes de trânsito pela internet



Para aperfeiçoar a transparência das autuações de trânsito, os motoristas que forem multados por agentes de trânsito poderão consultar o nome do profissional pela internet. A medida foi implementada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Os órgãos de cada estado devem oferecer uma busca em suas páginas com os dados dos responsáveis pela autuação. A ação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (30). Com essas informações, os motoristas podem dispor dos dados necessários para preparar sua defesa nessas situações.

Segundo o diretor do Denatran, Elmer Vicenzi, “o intuito é ter mais transparência no processo e a garantia de ampla defesa, ou seja, no âmbito do Auto de Infração de Trânsito, isso possibilitará ao infrator ter acesso a todos os meios necessários à sua defesa”, explicou.

Fonte:  Brasil, com informações do Ministério das Cidades e da Agência Brasil

REGIÃO/COPA CONTESTADO - Time da Caçadorense vence Fraiburgo por 1 a 0



A equipe da Caçadorense/FMEC venceu mais uma pela Copa Contestado Sub-17. No sábado, 28, o time fez 1 a 0 contra Fraiburgo, jogando na Serp, em Videira. O gol foi marcado pelo capitão Pereira aos 17 minutos do segundo tempo.


Na mesma rodada, a Escola Coxa, de Videira, goleou o time de Lebon Régis em 8 a 0.

O próximo jogo da Caçadorense/FMEC pelo sub-17 será em Caçador contra Lebon Régis. A disputa ocorre no estádio municipal Carlos Alberto da Costa Neves, no sábado, 4.




fonte:Caçador Online

Carro furtado em Tangará é apreendido com drogas na BR-282



Foto:PRF/Divulgação

Policiais rodoviários federais recuperaram na noite da última sexta-feira (28) um Chevrolet Classic com placas e Tangará, que estava com registro de furto desde o último dia 11 de outubro.

O motorista fugiu em alta velocidade após não obedecer ordem de parada da equipe do Grupo de Motociclismo Regional na BR-282, em Curitibanos. Depois de onze quilômetros de acompanhamento, o carro saiu da pista e seus ocupantes correram em direção à vegetação local, não sendo localizados.

No interior do veículo, os policiais encontraram pouco mais de 300 gramas de maconha. O carro e a droga foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Curitibanos.

fonte: Caco da Rosa

CATARINENSE: Goleada de 7 a 0 classifica o Kindermann para a final



O último jogo do returno do Campeonato Catarinense de Futebol Feminino aconteceu na tarde de domingo, 30, no Estádio Carlos Alberto da Costa Neves, em Caçador. O jogo, contra o Fluminense de Joinville, deu mais uma vitória ao Kindermann/Uniarp. A goleada de 7 para o time caçadorense e 0 para o adversário, classificou o time para disputar a final do Campeonato.

O Jogo

O primeiro tempo começou tenso com ambas as equipes tentando marcar gol. Kindermann/Uniarp partindo para o ataque enquanto o Fluminense apertava a marcação. Aos nove minutos, a camisa três, Giovanna Campiolo, abriu o placar marcando o primeiro gol da partida.

Aos 39 minutos, a artilheira do campeonato, Karla Beatriz que veste a camisa 11, fechou o primeiro tempo com o segundo gol.

No segundo tempo a equipe voltou mais focada no objetivo. Bruna Calderan e Roberta Schroeder fizeram lances aplaudidos pela torcida. Catyellen e Tuani tiveram boas oportunidades contribuindo nos passes de bola. Marcella Hulk e Sthephanie fizeram jogadas incisivas, jogando a bola para o ataque. A goleira Bárbara também se destacou pelas defesas e auxilio com as outras atletas.

Aos 10 minutos, a camisa 7, Carol Matos, marcou o terceiro gol da partida. Aos 11 minutos, com rapidez e agilidades, a camisa 8, Rafinha, ampliou o placar com o quarto gol. Aos 18 minutos, novamente a artilheira Karla Beatriz deu um show de bola e marcou o quinto gol. Aos 20 minutos, sem muito planejamento e por consequência dos lances, Karla Beatriz marcou sexto gol. Aos 29 minutos, para fechar o placar, Karla Beatriz marcou o sétimo gol.

Ainda no segundo tempo o treinador do Kindermann/Uniarp, Jorge Barcellos fez duas substituições. Aos 20 minutos Rafinha saiu do jogo para dar lugar a Gabriela Santos. Aos 35 minutos, Carol Matos saiu e quem estreou em campo após 8 meses sem jogar nenhuma partida oficial foi a Tuane Sousa, a Zóio.


por Andrielli Zambonin

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

População lota Câmara de Vereadores de Fraiburgo e pede alteração de protocolo que inviabiliza eventos comunitários

Ótima participação de publico. Foto: Cassio Giovani Turra 
Quase 600 pessoas lotaram a Câmara de Vereadores, na última quinta-feira (26/10), para questionar o excesso de exigências para a realização de eventos comunitários e beneficentes em Fraiburgo. As entidades e comunidades religiosas afirmam que os critérios não consideram o tamanho das promoções e que a lista de obrigações não existe em qualquer outro município do Estado.
Entre os questionamentos apresentados pela comunidade está a diferenciação entre cobranças feitas a comunidades e ao próprio Poder Público municipal. “As escolas municipais não estão adequadas às exigências, no entanto, a prefeitura não é notificada a cumprir”, disse a bacharel em Direito Tatiane Bartolomeu, representante da Associação Fraiburguense das Pessoas com Deficiência e Familiares (Afraidef). 
O representante da Associação Paulo Freire de Educação Popular (Apafec), professor Jilson Carlos Souza, seguiu na mesma linha. “As exigências são as mesmas para uma comunidade com 10 famílias e um bairro como o São Miguel. Tivemos eventos promovidos pela própria prefeitura sem socorristas, sem segurança e sem nutricionista ou engenheiro de alimentos. Para as comunidades, isso significaria o fim da atividade. No entanto, para alguns e para o próprio município, isso é natural. São dois pesos e duas medidas”, questionou o educador.
O Padre Vilmar Gazaniga, que representou comunidades e entidades religiosas, lembrou que há um esforço conjunto das entidades pela regularização dos espaços e das promoções, no entanto, se as atividades continuarem inviabilizadas, ficará impossível construir qualquer processo de avanço. “Não somos contra a lei, muito pelo contrário, nós queremos sim regularizar, estamos num esforço para isso há cinco anos. Hoje na grande maioria das nossas comunidades conseguimos chegar com um cadeirante, coisa que não se consegue em muitos órgãos públicos. Mas não vemos apoio e além da burocracia e correria para organizar todas as exigências, não vemos apoio do poder público a entidades que muitas vezes cumprem o papel que é da prefeitura, na assistência social e apoio às comunidades”, afirmou. 
Padre Pedro fazendo uso a palavra. Foto: Cassio Giovani Turra 
O deputado Padre Pedro Baldissera reuniu-se com representantes do  comando do Corpo de Bombeiros do Estado, que admitiu a existência de excessos nas cobranças para realização de eventos em Fraiburgo. “A lei aprovada em 2013 surgiu a partir da tragédia na Boate Kiss, num momento de justificada comoção que tomou conta do País. Passamos a criar uma série de questões importantes à luz daquele fato, no entanto, não vemos adequação à realidade dos municípios. Aqui em Fraiburgo são duas páginas de exigências, algo que não vemos no restante do Estado”, explicou o parlamentar. Padre Pedro se colocou a disposição para os encaminhamentos junto ao Estado e sugeriu que seja formado um grupo de trabalho com todos os órgãos públicos e representantes das comunidades, para que seja traçado um plano construído com diálogo e coletivamente.
A audiência pública foi uma verdadeira aula de cidadania protagonizada por parte das lideranças das comunidades outras denominações religiosas entidades e organizações. “Com os encaminhamentos apontados será possível contribuir para que tenhamos uma legislação que atenda de fato às nossas comunidades com a participação do legislativo Estadual e municipal. Comenta Alindro Oliveira liderança comunitária.

PROPOSTAS DE ENCAMINHAMENTO DA AUDIÊNCIA PÚBLICA:
Criação de um novo protocolo de exigências para realização de evento em Fraiburgo, com a participação de integrantes das entidades na elaboração, tendo como base a lei 17.071/2017;
 Criação de um grupo de trabalho com a participação do corpo de bombeiro, policia civil, policia militar, prefeitura, vigilância sanitária, conselho tutelar e representantes dos diversos setores que promovem eventos comunitários e beneficente;
Criação de uma lei estadual específica para a realização de eventos comunitários em Santa Catarina, separando os eventos em Comunitários, beneficentes, e privados. Com o escalonamento de tamanhos de eventos;
Imediata regulamentação da lei 17.071/2017 no município de Fraiburgo por parte dos vereadores.

Texto: Cássio Giovani Turra e Blog Esportes em Debates
Fonte: esportesemdebates.blogspot.com.br

Após participar em audiência pública liderança comunitária é ameaçada por pai de vereador

Na última quinta-feira (26/10), aconteceu no auditório da Câmara de Vereadores uma audiência pública para debater os excessos de pedidos contidos no protocolo de exigências para a realização de eventos comunitários e beneficentes em Fraiburgo, quase 600 pessoas lotaram a Câmara de Vereadores.
            Uma das várias lideranças comunitárias que fizeram uso da palavra foi a Bacharel em Direito Tatiane Bartolomeu, representando a Afraidef (Associação Fraiburguense das Pessoas com Deficiência e Familiares).   
            Na manhã seguinte a Audiência Pública, por volta das 12h00min da manhã o pai de um vereador, invadiu a casa dos familiares da Tatiane, realizado ameaças a mãe e as filhas da liderança comunitária.
           Em vídeo distribuído via rede sociais virtuais, intitulado: : Não aceito ameaças!Clique no link anterior e assista ao vídeo, o qual Tatiane relata como aconteceu a invasão da residência e as ameaças.
            Nos próximos dias lideranças religiosas e comunitárias realizarão um ato de repúdio a essa tentativa de ameaça e de calar a voz da comunidade.

Fonte: https://esportesemdebates.blogspot.com.br

SAÚDE: Saiba como se proteger da dengue, chikungunya, zika e febre amarela

Atitudes simples podem evitar contaminação pelos vírus; 
Atitudes simples podem evitar contaminação pelos vírus; governo vai intensificar combate ao mosquito antes do verão
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Com a chegada do período chuvoso, a atenção contra as doenças provocadas pelo Aedes aegypti deve ser redobrada. A água parada é o principal criadouro do mosquito. Confira abaixo as características dessas doenças e o que fazer para se prevenir delas. 
Dengue
A dengue é uma doença viral transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Também há registros de transmissão vertical (gestante – bebê) e por transfusão de sangue. Por ano, são registradas cerca de 50 milhões de infecções pela doença no mundo. No Brasil, ela foi identificada em 1986.
Sintomas: a pessoa infectada pelo vírus da dengue apresenta febre alta (entre 39 °C e 40 °C) que dura de 2 a 7 dias. Essa febre é acompanhada por dor de cabeça, fraqueza, dor atrás dos olhos e erupção e coceira na pele. Também são comuns perda de peso, náuseas e vômitos. Na forma grave da doença, são comuns dores abdominais intensas, vômitos e sangramento de mucosas
Tratamento: aos primeiros sintomas da doença, é necessário procurar um serviço de saúde. Como não existe tratamento específico, os médicos buscam aliviar os sintomas. O paciente não deve tomar medicamentos por conta própria e precisa fazer repouso e ingerir bastante líquido.
Prevenção: a única forma de prevenção é acabar com o mosquito, pois não existe vacina ou medicamentos contra dengue. Assim, é importante manter o domicílio sempre limpo, evitar água parada e eliminar os possíveis criadouros do mosquito.
Chikungunya
A circulação do vírus chikungunya foi identificado no Brasil, pela primeira vez, em 2014. Ele é transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti, em áreas urbanas, e pelo Aedes albopictus, em áreas rurais.
Sintomas: começam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. A febre é alta, de início rápido, e é seguida por dores intensas nas articulações dos pés e das mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Também pode ocorrer dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. A pessoa infectada fica imune pelo resto da vida, pois não é possível ter chikungunya mais de uma vez.
Tratamento: a febre chinkungunya é tratada com paracetamol e as dores articulares com anti-inflamatórios. O Ministério  da Saúde não recomenda usar o ácido acetil salicílico (AAS), devido ao risco de hemorragia. O paciente deve ficar em repouso absoluto e beber líquidos em abundância.
Prevenção: para evitar a contaminação é preciso eliminar os criadouros de mosquitos nas casas. Quando há notificação de caso suspeito, as Secretarias Municipais de Saúde devem adotar ações de eliminação de focos do mosquito nas áreas próximas à residência e ao local de atendimento dos pacientes.
Zika
Também transmitido pelo Aedes aegypti, o zika vírus está relacionado com os casos de microcefalia. Ele foi identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. No entanto, outras formas de contaminação são avaliadas. Segundo o Ministério da Saúde, não há evidências de transmissão do zika por meio do leite materno, assim como por urina e saliva. No entanto, há evidências de que o vírus pode ser sexualmente transmissível.
Sintomas:. os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos. Normalmente, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias. Caso apareça algum desses sinais, busque um serviço de saúde para atendimento.
Tratamento: o tratamento recomendado para quem apresenta esses sintomas se baseia no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e da dor. No caso de erupções na pele, também podem ser usados os anti-histamínicos.
Prevenção: para evitar a picada do mosquito, devem-se utilizar telas em janelas e portas. Para as grávidas, a recomendação é usar roupas compridas – calças e blusas – e, se deixar áreas do corpo expostas, aplicar repelente nessas áreas. Em março, o governo começou a distribuir repelentes para as gestantes do Bolsa Família. Outra forma de prevenção é praticar sexo seguro
Febre amarela
Doença que causa febre aguda, a febre amarela é transmitida ao homem pela picada de fêmeas do mosquito vetor infectado. Nas cidades, o vetor é o Aedes aegypti e em áreas rurais o mosquito Haemagogus.
Sintomas: febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina) são os principais sintomas. Também há casos de insuficiência hepática (fígado) e renal (rins) que, em muitos casos, evolui para óbito em aproximadamente uma semana.
Tratamento:  o paciente deve ser hospitalizado e permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Em casos graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Prevenção: para evitar a febre amarela é preciso se vacinar contra a doença. A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde em qualquer época do ano. Ela deve ser aplicada 10 dias antes da viagem para as áreas de risco de transmissão da doença. Pode ser aplicada a partir dos 9 meses e é válida por 10 anos. A vacina é contraindicada a gestantes, imunodeprimidos (pessoas com o sistema imunológico debilitado) e pessoas alérgicas a gema de ovo.
Fonte: com informações do Ministério da Saúde e da Fiocruz Brasil.gov

REGIÃO: Sancionada lei que flexibiliza horário do comércio videirense


Lei Complementar nº 189/17 foi sancionada pelo Executivo e já está em vigor
Créditos: Núbia Garcia
Está sancionada a lei que altera o Código de Posturas do Município de Videira e flexibiliza a atuação do comércio no município. A Lei Complementar nº 189/17, foi assinada pelo prefeito Dorival Carlos Borga no dia 25 de outubro e entrou em vigor a partir desta data.
Uma vez sancionada, a principal alteração diz respeito ao horário de funcionamento do comércio videirense, que a partir de agora pode funcionar das 7 horas às 22 horas, todos os dias da semana, de acordo com a necessidade de cada empresa.
“Estamos seguindo o mesmo caminho de cidades de médio e grande porte, onde o comércio já tem toda esta flexibilização. Esta medida vai abrir as portas da cidade para que grandes empresas possam investir aqui também. Além disso, a flexibilização permite ampliação do atendimento ao público, oferecendo mais alternativas”, avalia Borga.
A ampliação de horário de atendimento é facultativa, contudo, este ponto tem gerado polêmica entre a população. “Não há necessidade de ter esta preocupação, pois a jornada de trabalho está preservada e continua sendo regulamentada pela CLT. Se algum estabelecimento optar por ampliar o horário de funcionamento, terá que obedecer as normas trabalhistas e criar turnos, como já acontece nas indústrias, por exemplo”, tranquiliza Borga.
Antes da sanção, a Lei Complementar passou por aprovação da Câmara de Vereadores e também recebeu o apoio da Aciav. Participaram da solenidade de assinatura o prefeito Borga, os secretários Gentil Gaedke (Administração e Finanças) e Felipe Schuler (Gabinete), além dos vereadores Wilson Paese, Albertina de Barros, Rafael Prigol e Kiko Demeneck. Na passagem pelo Legislativo, a Lei Complementar recebeu, ainda, o apoio dos vereadores Eduardo Sporr, Edinei Menegon e Nédio Martins, que não estiveram presentes na solenidade de assinatura devido a compromissos profissionais.

Prefeitura de Videira

Segunda-feira com tempo instável e chuva em SC



A partir de amanhã sol e temperatura mais amena



Segunda-feira (30/10):
Tempo: instável com predomínio de nuvens em SC e condição de chuva especialmente no período da tarde e noite. Risco de temporal localizado no Oeste, Meio Oeste, Planalto Norte e Vale do Itajaí.
Temperatura: em pequena elevação devido à nebulosidade.
Vento: nordeste a sul, fraco a moderado com rajadas.
Sistema: cavado influenciando SC. Frente fria se aproxima do litoral no fim do dia.

Terça-feira (31/10):
Tempo: mais nuvens no início do dia nos Planaltos, Vale do Itajaí e Litoral Norte. No decorrer do dia, tempo seco com sol em todas as regiões.
Temperatura: em declínio.
Vento: sudoeste a sul, moderado com rajadas.
Sistema: massa de ar mais frio e seco avança pelo Sul do Brasil.

Quarta e quinta-feira (01 e 02/11):
Tempo: segue a condição de tempo seco com predomínio de sol no Estado. 
Temperatura: baixa no período noturno e amanhecer, com condição de geada fraca nas áreas altas do Planalto Sul, onde a mínima fica próxima de 0°C. À tarde, temperatura amena.
Vento: sudeste a nordeste, fraco a moderado.

Sexta-feira (03/11):
Tempo: chuva e descarga elétrica a partir da manhã no Oeste. Nas demais regiões, aberturas de sol com chuva a partir da tarde. 
Temperatura: em elevação.
Vento: nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas no Litoral.

TENDÊNCIA de 04 a 14 de novembro de 2017
Os indicativos são de que o período inicie com chuva em SC, nos dias 04 a 06/11. Nos dias seguintes, até o final deste período, a tendência é de tempo mais seco e de temperatura amena, devido à influência de uma massa de ar mais frio. As informações são da Epagri/Ciram.

Tangará vence e está na final da Copa dos Campeões


Créditos: Blog La Pelota


A CME Tangará/Ipiranga voltou a vencer Pinheiro Preto neste sábado (28) e está na final da 7ª Copa Regional dos Campeões – Troféu Coopervil 50 anos. Equipe tangaraense segue viva na busca pelo tricampeonato na competição.
A equipe tangaraense que já tinha a vantagem por ter vencido o jogo da ida (2 a 0), já praticamente sacramentou sua classificação aos 30 segundos de jogo, quando Maurício Seco recebeu passe de Rodrigão e chutou para abrir a contagem.
Pinheiro Preto até teve algumas chances de igualar o marcador, porém quem voltou a marcar foi Tangará, com gol de Kojo, aos 41 minutos, após receber longo lançamento que o deixou de frente para o goleiro Jaison, que nada pode fazer. Logo na sequência, aos 42, Pinheiro Preto fez seu gol de honra com Ronaldo.
No segundo tempo, Tangará voltou a marcar com Kojo, logo aos 5 minutos de jogo. Kojo, que inclusive marcou seu sexto gol na competição e assumiu a artilharia isolada. E ficou assim, Tangará classificado para a final 3, Pinheiro Preto 1.
Tangará e Caçador farão a final da 7ª Copa Regional dos Campeões. O jogo acontecerá no próximo domingo, dia 5, no Estádio Municipal Luiz Leoni, em Videira.
Equipes que inclusive saíram do mesmo grupo e logicamente já se enfrentaram na competição. Na primeira, empate em 0 a 0 em Caçador. Já no segundo jogo, vitória caçadorense por 4 a 3.

fonte: Blog La Pelota

FINAL DE SEMANA/Estradas: Colisão em Campos Novos mata mãe e deixa filho gravemente ferido


Foto:Reprodução WhatsApp

Uma mulher de 66 anos morreu e seu filho de 21 anos ficou gravemente ferido em uma colisão registrada por volta da 0h15min deste domingo (29) na BR-470, proximidades do trevo de acesso ao Distrito de Ibicuí, em Campos Novos. O acidente envolveu um GM Corsa e um Fiat Pálio, ambos de Campos Novos.

Ana Guzatti Berlanda, que estava no Corsa, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito no local. O carona, Edson Luís Berlanda, foi encaminhado em estado grave para atendimento no Hospital Dr. José Athanásio pela equipe de socorro do SAMU.

O Palio era ocupado por quatro jovens (19, 20, 21 e 23 anos), sendo que apenas um deles precisou de atendimento, pois apresentava ferimentos na face e queixava-se de dores na coluna vertebral. Após avaliação, a vítima foi encaminhada ao hospital pelos Bombeiros.

A Polícia Rodoviária Federal realizou o levantamento dos dados para apurar as causas do acidente, enquanto que o IGP recolheu o corpo da vítima fatal para necropsia.



Fonte: Simpatia FM

REGIÃO: DIOCESE - Bispo de Caçador apoia Conselho Consultivo do Hospital Maicé




A Diocese de Caçador, diante dos últimos fatos ocorridos com o Hospital Maicé, vem por meio desta manifestar seu total apoio às Irmãs dos Santos Anjos e aos Membros do Conselho Consultivo do qual a Diocese também faz parte. 

Reconhecemos o valor do trabalho realizado por tantas pessoas e entidades que se uniram com a comunidade, de forma voluntária, para manter o atendimento deste hospital. Sabemos de muitas conquistas já alcançadas e dos desafios a serem ainda enfrentados. 

Declaramos que as críticas dirigidas ao Hospital Maicé, por parte de um membro do clero, são de cunho pessoal e não manifestam a opinião e a postura da Diocese com relação ao trabalho que vem sendo feito no hospital. Tais críticas não têm o aval do bispo diocesano e nem do Conselho de Presbíteros da Diocese. 

Comprometemo-nos em continuar colaborando com os trabalhos desenvolvidos junto ao Hospital Maice a fim de que o bem que este hospital realiza, salvando vidas cresça sempre mais. 


Convocamos a comunidade geral para abraçar a causa da saúde pública, colaborando com os trabalhos que visam melhorar o atendimento, prestando um serviço sempre com mais qualidade para a população. 

Pedimos a proteção de Nossa Senhora dos Anjos e que nenhuma vida seja ceifada, pois a vida e a morte pertencem a Deus.

VEJA A NOTA:  - CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR



Fonte: Diário Rio do Peixe

VIDEIRA/TANGARÁ: Motorista morre após colidir na traseira de carreta na SC-135


Na manhã deste sábado um acidente fatal foi registrado no trecho da Rodovia SC-135, entre Videira e Tangará, nas proximidades do Hotel BR. Segundo relatos, apenas o condutor ocupava a Fiat Strada, com placas de Videira, que colidiu na traseira de um caminhão. O motorista identificado como Alcemir Ev, de 48 anos, trabalhava na empresa Super Cesta.

De acordo com informações da Rádio Vitória, a vítima morreu no local do acidente. As causas do acidente ainda não foram apuradas. No momento do acidente, o condutor estaria retornando do trabalho para casa. O Corpo de Bombeiros de Videira, em conjunto à Polícia Militar, Rodoviária e IGP, realizaram o desencarceramento da vítima.


O acidente aconteceu próximo ao trevo de acesso ao Bairro São Cristóvão. Corpo de Bombeiro e Polícia Militar foram acionados, mas quando chegaram no local nada mais podia ser feito. O veiculo entrou embaixo de um caminhão carregado com material reciclado, que estaria estacionado fora da pista. No local não havia sinal de frenagem. As informações apontam que ele pode ter perdido o controle da direção vindo a chocar-se na traseira do caminhão.

Uma leve curva antecede o lugar do acidente, seguido de uma reta. O corpo foi recolhido pelo Instituto geral de Perícias ( IGP) e encaminhado ao IML para autópsia. O local foi isolado pela PM, que controlou o trânsito devido a quantidade de curiosos, que paravam para ver o acidente.

fonte:Diário Rio do Peixe

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Momento é de união em defesa da Caixa 100% pública

O movimento dos empregados da Caixa Econômica Federal sempre foi heterogêneo. Vários são os grupos, as correntes, as forças. Há ainda as especificidades regionais, estaduais, municipais e até de bairro. Existe, no entanto, um consenso: quando a luta requer, nos momentos mais difíceis, a categoria tem provado que é uma das mais fortes e unidas do país. Avanços e conquistas não vieram por acaso ao longo dos anos.
Agora, mais uma vez, é hora de colocar as diferenças de lado e combater o verdadeiro inimigo. Estão cada dia mais escancarados os planos o governo federal para enfraquecer e privatizar o banco. Se será com abertura de capital ou fatiamento de áreas importantes como loterias, cartões e seguridade, pouco importa. A manutenção do caráter 100% público da Caixa deve ser o principal objetivo da mobilização de empregados e entidades representativas.
A Caixa é o banco da habitação. Graças a ela, milhões de brasileiros realizam o sonho da casa própria todos os anos. Só por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, que é operado pela Caixa, mais de 2,6 milhões de famílias foram beneficiadas desde 2009. São quase R$ 300 bilhões investidos, o que possibilitou, nesses oito anos, a entrega de 1.200 moradias por dia e a geração de 1,2 milhão de empregos.
Em relação ao FGTS, a Caixa também é fundamental. Ela administra hoje recursos da ordem de R$ 490 bilhões e realiza mil pagamentos a cada 10 minutos. Aliás, que outro banco abriria aos sábados para que 26 milhões de brasileiros sacassem as contas inativas? Além de socorrer trabalhadores nas dificuldades, o Fundo de Garantia ajuda no desenvolvimento do país. Mais de 4 mil cidades já tiveram obras financiadas com recursos do FGTS.
Mas a Caixa é também o banco dos programas sociais, do saneamento básico, da poupança, do esporte, da cultura, das Loterias, dos municípios. Impossível encontrar um cidadão que não tenha alguma relação com a Caixa, mesmo que boa parte não tenha noção disso. O banco está hoje em praticamente todas as cidades, até mesmo nos rios da Amazônia, uma capilaridade que gera orgulho e, claro, a cobiça dos concorrentes.
Propostas de privatização já foram derrotadas no passado. Foi assim entre 1995 e 2002, quando diversas empresas públicas foram preparadas para tornar-se espaços de obtenção de lucro. E também no final de 2014. A reação dos empregados da Caixa agora não será diferente. As mobilizações, aliás, se intensificam a cada dia.
Não há outro caminho. É hora de esquecer projetos pessoais e disputas internas, priorizando a luta em defesa do banco 100% público. Defender a Caixa é defender o Brasil!
* Jair Pedro Ferreira, empregado da Caixa desde 1989, é presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae)

Agora é lei - prioridade a professores para receber restituição do IR



A lei coloca os professores na lista de prioridades para recebimento de restituição de Imposto de Renda. O texto inclui um parágrafo único no Artigo 16 da Lei 9.250, de 1995.

Com a norma, os professores ficam atrás apenas dos idosos na fila para recebimento da restituição, ou seja, contribuintes que tem o magistério como maior fonte de renda terão prioridade no recebimento dos recursos logo após as pessoas com mais de 60 anos.

Agência Brasil

REGIÃO: Pinheiro Preto participa do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) é um compromisso assumido por nosso município com o governo federal e estadual, para assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do Ensino Fundamental.
O PNAIC já vem sendo desenvolvido desde 2013, e neste ano ele vem com um diferencial. Além dos professores de 1º, 2º e 3º ano se estendeu para os professores da Pré-escola, com o intuito de fortalecer ainda mais o ciclo de alfabetização.
O programa qualifica professores da Educação Básica que lecionam em turmas do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental e professores da Educação Infantil, além de outros professores da rede. Tem duração de 100 horas de formação, a metodologia propõe estudos e atividades práticas. Temos o envolvimento de 15 professores para essa formação. Os professores realizam este curso em horário extra, após o horário de aula.
A formação além de atingir os objetivos propostos pelo PACTO, propõem uma troca de ideias entre os professores, despertando uma vontade enorme de aplicar na sala de aula tudo o que aprendemos.
Os encontros são conduzidos por 2 formadores locais, a professora Rosana Bogoni com o grupo do Ensino Fundamental  e  a  Professora Solange Manica com o grupo da Educação Infantil. Para conduzir o curso elas realizam formação que é oferecida pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
"A responsabilidade pela alfabetização das crianças precisa ser acolhida por docentes, gestores e instituições formadoras como um imperativo ético indispensável á construção de uma educação efetivamente democrática e socialmente justa". (Documento Orientador PNAIC- MEC)

Site da Prefeitura

Bailarinos fraiburguenses conquistam: Um primeiro lugar e mais três troféus de destaque no Dança Catarina


Bailarinos fraiburguenses são destaque em Lages
Lages sediou no último sábado e domingo (21 e 22/10), a etapa Regional Centro-Oeste do 18º Festival Escolar Dança Catarina, participaram estudantes, das seguintes Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs): Lages, São Joaquim, Campos Novos, Curitibanos, Caçador, Joaçaba, Videira, Mafra, Canoinhas e Concórdia.
Participaram mais de 444 bailarinos, de 27 escolas de 19 municípios, Fraiburgo foi representado pelos estudantes da Escola de Educação Básica Gonçalves Dias, os quais também fazem parte do Fraiburgo Dance Company – FDC.
Entre outras coreografias os estudantes fraiburguense, apresentaram a coreografia “Em Busca da Fama” elaborada por Pedro Cavalheiro e Gabriel de Oliveira, a disputa do título na categoria juvenil livre foi com mais 9 municípios.  
Troféu de bailarina, bailarino e coreografa são conquistados
por fraiburguenses  
Dentre as premiações conquistadas pelo grupo estão: 1° Lugar na Categoria Juvenil Livre; Troféu Bailarina Destaque com Daiane Trindade, Troféu Bailarino Destaque com Douglas Ribeiro e Troféu Coreografia Destaque.
“O Dança Catarina é considerado um dos maiores, senão o maior evento de Dança Escolar do Brasil, e tem como principais objetivos fomentar a Dança na Escola e contribuir na educação integral da criança e adolescente na construção de sua cidadania”, esclarece Pedro Cavalheiro, coreografo do FDC.

Esportes em Debate

REGIÃO: Comerciante é condenado por escravizar 23 pessoas em Lebon Régis


Após ação penal do Ministério Público Federal em Caçador, a Justiça Federal condenou um comerciante e um administrador de lavoura por reduzir trabalhadores à condição análoga à de escravo. No total, 23 pessoas, incluindo dois menores de idade, eram submetidas a condições degradantes de trabalho em lavoura localizada no município de Lebon Régis.

A sentença condenou o administrador da lavoura à pena de seis anos de reclusão e o comerciante à pena de seis anos e 10 meses de reclusão. Os réus deverão iniciar o cumprimento das penas em regime semiaberto. Na mesma sentença, a pedido do MPF em Caçador, um terceiro réu foi absolvido.

De acordo com a denúncia do MPF, após fiscalização em lavoura de tomate em Lebon Régis, constatou-se a presença de trabalhadores em situação análoga à de escravo. Os obreiros estavam alojados em barracos de madeira sem condições mínimas de infraestrutura e sequer eram disponibilizados os equipamentos de proteção exigidos para efetuarem as atividades na propriedade.

A fiscalização averiguou que as moradias não possuíam cobertura capaz de proporcionar proteção contra intempéries, sendo que alguns moradores utilizavam embalagens vazias de agrotóxico para fechar as frestas. Também não havia instalações sanitárias, o que obrigava as pessoas a satisfazerem suas necessidades fisiológicas ao ar livre.

Ainda segundo a denúncia, o pagamento era efetuado somente ao final da colheita e baseava-se no número de caixas de tomate que fossem colhidas. Enquanto isso, os trabalhadores recebiam vales, que deveriam ser gastos obrigatoriamente em supermercado de propriedade do comerciante condenado na sentença (o qual sabia da situação irregular dos obreiros).

Segundo a peça acusatória, o administrador da lavoura fornecia os vales aos trabalhadores, que eram transportados pelo comerciante até o estabelecimento. No supermercado, os empregados realizavam as compras, entregavam os vales e assinavam notas promissórias em favor do administrador. Dessa forma, os obreiros acumulavam dívidas e sentiam-se impedidos de deixar a plantação.

A sentença afirma que os réus reduziram trabalhadores, inclusive menores, a condições semelhantes às de escravo, "sujeitando-os a condições degradantes de trabalho e limitando-os em sua liberdade de locomoção".


Ação do MPF denuncia condições degradantes de trabalho em lavoura em Lebon Régis

Ações recorrentes 

Atualmente tramitam perante a 1ª Vara Federal de Caçador outros seis processos, versando sobre trabalho escravo, por fatos ocorridos nos municípios de Santa Cecília (dois processos), Calmon (dois processos), Porto União (um processo) e São Cristóvão do Sul (um processo). Outros dois processos sobre o mesmo crime já foram julgados, envolvendo fatos ocorridos nos municípios de Santa Cecília e Porto União. Tais números comprovam que essa nova condenação, envolvendo fatos em Lebon Régis, está longe de ser um caso isolado.

Segundo o procurador da República Daniel Luis Dalberto, "historicamente a região do contestado é pobre e tem índices baixíssimos de desenvolvimento humano. No entanto, isso não justifica que pessoas vulneráveis sejam tratadas como coisas, sem o mínimo de dignidade, como temos visto nesta e noutras ações penais semelhantes".

Desde 2009, o MPF atua de maneira mais sistematizada e coordenada no combate ao trabalho escravo por meio do Grupo de Apoio ao Combate à Escravidão Contemporânea. Em janeiro deste ano, a Câmara Criminal do Ministério Público Federal divulgou levantamento nacional que indica que estão em andamento 459 inquéritos policiais/termos circunstanciados para apurar o crime de redução à condição análoga à de escravo. Em Santa Catarina, o MPF combate o trabalho escravo também em outras regiões.

fonte:Diário Rio do Peixe

Sábado e parte do domingo com sol em SC





Sexta-feira (27/10):
Tempo: manhã com nebulosidade variável e aberturas de sol em SC, com chuva no Litoral Norte. No decorrer da tarde e noite ocorrem pancadas de chuva na maioria das regiões. Risco de temporal isolado com granizo sobretudo no Oeste, Meio Oeste, Planalto Norte e Vale do Itajaí.
Temperatura: em elevação.
Vento: noroeste a oeste, fraco a moderado com rajadas.
Sistema: baixa pressão influenciando o Sul do Brasil, com frente fria em formação.

Sábado (28/10):
Tempo: chuva isolada na madrugada com presença de sol no decorrer do dia, em todas as regiões. 
Temperatura: em elevação pela manhã, diminuindo no decorrer da tarde.
Vento: oeste a sudoeste, fraco a moderado com rajadas.
Sistema: frente fria afasta-se de SC. Massa de ar frio avançando pelo Sul do país.

Domingo (29/10):
Tempo: aberturas de sol em todas as regiões. No período da tarde e noite, retorna a condição de pancadas de chuva com trovoadas. 
Temperatura: amena, em pequena elevação durante o dia.
Vento: sudeste a nordeste, fraco a moderado.

Informações da Epagri/Ciram

Tangará joga em casa valendo vaga para a final da Copa dos Campeões


Créditos: Blog La Pelota

A equipe da CME Tangará/Ipiranga, tem o jogo da volta pela semifinal da Copa Regional dos Campeões neste sábado (28), contra Pinheiro Preto, em Tangará. No primeiro jogo a equipe tangaraense venceu fora de casa por 2x0, tendo assim uma boa vantagem para o jogo da volta. Empate e derrota por um gol de diferença classifica Tangará. Vitória por dois gols favoráveis à Pinheiro Preto leva decisão para os pênaltis. Vitória por mais de três gols de diferença, classifica Pinheiro Preto.
Fica o convite a toda comunidade tangaraense, para que lote o estádio e apoie a equipe que representa o município. O jogo será neste sábado às 16h30min no Estádio Municipal Júlio Fuganti, e a entrada é gratuita. 

Assessoria