segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Raio cai em residência na Serra da Paca e impressiona pelo estrago


A forte chuva que caiu na manhã de sábado, dia 29, em Ponte Serrada, veio acompanhada de raios e trovões.

Um forte raio caiu em uma residência da família Tizatto, na Linha Serra da Paca, por volta das 11h30, e causou grande estrago na residência mista, de madeira com partes de material, que está sendo demolida.
A família construiu uma nova casa logo atrás da antiga, e não habita mais o imóvel há cerca de 20 dias, depois de morar no local por 30 anos.

O raio entrou pelo canto do telhado, causou estragos nos pilares de concreto, parabólica, banheiro, chuveiros e abriu buracos no piso da casa.

Segundo um dos proprietários, “foi um grande susto, e um alívio ao mesmo tempo, pois depois de muitos anos morando na casa, nunca nada aconteceu, agora que saímos da casa, acontece um negócio desses, ainda bem que não tinha ninguém”, ponderou.

fotos e fonte:oestemais

Motorista morre em acidente na BR-153

Uma pessoa morreu em acidente que aconteceu na BR-153 em Irani na noite deste domingo, 30. O fato aconteceu por volta das 20h20.

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Irani atendeu a ocorrência na altura do Km 62. No local foi constatada uma colisão frontal entre veiculo Ford Versailles Placas LZB-8586, de Ponte Serrada, e uma carreta bitrem com Placas MEY-5807, de Catanduvas. Os dois veículos envolvidos no acidente foram parar fora da pista. No Versailles estava apenas o condutor, de 39 anos, que teve morte instantânea. Na carreta também havia apenas o condutor, de 24 anos, que nada sofreu. A vítima fatal foi retirada das ferragens e liberada para o IML.

fonte:EderLuiz

IOMERÊ - LUCIANO DESTACA IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA


 Está tudo pronto para a solenidade de posse da nova Câmara de Vereadores e para a solenidade de transmissão de cargo do prefeito eleito de Iomerê, Luciano Paganini(PMDB), que acontecem amanhã a partir das 8h30, no auditório da Prefeitura. Em seu discurso, o próximo prefeito da cidade vai, mais uma vez, anunciar a chegada de um novo tempo para Iomerê, com uma administração voltada às pessoas e à implementar as mudanças necessárias para ir ao encontro dos anseios da população.
                "A chegada deste novo tempo, também marca a realização de um sonho. Um sonho meu e da maioria dos iomerenses, que apostaram na mudança porque ela é a esperança de dias melhores", vai falar o prefeito eleito, em seu discurso de posse. Luciano também vai ratificar que governará para todos, trabalhando com afinco para efetivar as melhorias que o município precisa, sempre respeitando sua gente, seus costumes e trabalhando para que a cidade seja mais feliz.
                "Este governo não vai ter medo do contato com povo, nem da poeira das estradas, muito menos dos desafios que nos esperam. Passamos os últimos anos visitando as famílias iomerenses, ouvindo da nossa gente os seus anseios. Por isso sabemos que temos muito a fazer, temos muito a realizar. Mas força, coragem e determinação, são características que nos acompanham há bastante tempo e a minha gente iomerense sabe disso", finalizou.
fonte envio/Edelcio Lopes
Jornalista

Renda de brasileiro das camadas médias da pirâmide social cresce 5,94% ao ano, acima do PIB por pessoa



A renda dos brasileiros que estão nas camadas médias da pirâmide social cresceu 5,94% ao ano entre 2003 e 2011 - acima do Produto Interno Bruto (PIB) por pessoa (3,1%). A evolução desses dados (veja gráfico) está no Comunicado 158/2012: Desenvolvimento Inclusivo Sustentável, lançado na última terça-feira (18) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). "A desigualdade continua caindo, e a permanência desse movimento é um componente fundamental para avaliarmos o crescimento, apesar da crise financeira mundial e do baixo crescimento do PIB", avalia o presidente do Ipea, Marcelo Neri.
O estudo analisa os dados do aumento do PIB, que mede tudo que é produzido no país, e os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) - ambos os estudos são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os pesquisadores estudaram a diferença no aumento da renda domiciliar média (4,36%) e mediana (5,94%) medidas pela Pnad. Enquanto a primeira é influenciada pelos dados do topo e da base pirâmide, que são os muito ricos e os que estão fora do mercado de trabalho, a mediana revela o que acontece no bolso das classes médias.
Segundo o Comunicado, medidas de renda, consumo e riqueza devem estar acompanhadas por indicadores que reflitam sua distribuição. “Em um país apelidado de Belíndia, esse tipo de consideração é de importância capital, pois a média esconde mais do que revela”, avalia o estudo - que faz referência a uma comparação clássica entre os economistas de que o Brasil tem uma “Índia” pobre convivendo com uma “Bélgica” rica.
Indicadores - De 2003 a 2011, o índice de Gini (que mede a desigualdade) da Pnad cai a uma média de 1,2% ao ano. Apesar de não haver dados da Pnad para 2012, a tendência se mantém segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME - IBGE). De acordo com a PME, no trimestre terminado em setembro de 2012, a desigualdade caiu 1,69% quando comparada ao mesmo trimestre do ano anterior. Ou seja, uma velocidade de queda de 40,5%, ou 0,49 pontos de porcentagem por ano maior. “Em cerca de 2/3 dos países do mundo - sejam países desenvolvidos como os Estados
Unidos e a Inglaterra, ou emergentes como a China e a Índia - ocorre o oposto, um aumento da desigualdade”, informa o Comunicado.

O Ipea avalia que, embora no longo prazo, a evolução do PIB e a renda da Pnad apresentem tendências semelhantes, há um forte descolamento no período de 2003 a 2011, quando a renda média da Pnad cresceu 1,26 ponto de porcentagem por ano a mais que o PIB. “De acordo com a visão objetiva das pessoas, os seus respectivos padrões médios de vida estavam crescendo mais do que as Contas Nacionais (PIB) sugerem”, diz o estudo.
Segundo o Comunicado, essa tendência permanece em 2012, pelos dados da PME. “O diferencial de crescimento de renda do trabalho é quase três pontos de porcentagem superior ao ocorrido no PIB até o terceiro trimestre de 2012”.
fonte:fecesc

Trabalhadores e patrões marcam para 15 de janeiro quarta rodada de negociação para definir o reajuste




crédito/imagem:fecesc
Dirigentes dos trabalhadores e dos patrões voltam a se reunir dia 15 de janeiro de 2013, às 14 horas, na sede da Fiesc (Federação patronal), em Florianópolis, na tentativa de chegarem a um acordo em relação ao reajuste do Piso Salarial Estadual. Na terceira rodada de negociação, realizada na manhã desta terça-feira (18), também na Fiesc, novamente não houve consenso e sequer foi apresentada nova proposta por parte das empresas. 

A reivindicação dos dirigentes das centrais sindicais CUT, CGT, Força Sindical, Nova Central e UGT e das Federações que negociam em nome dos trabalhadores catarinenses, entre elas a Fetiesc, é de que sejam recuperadas, ao menos em parte, as perdas decorrentes do acordo assinado em 2012, quando o reajuste ficou 4% abaixo do que foi concedido ao Salário Mínimo Nacional (14,3%). Sendo assim, o Piso Salarial de Santa Catarina ficaria próximo aos valores pagos ao Piso Regional do estado do Paraná.

“A negociação é um processo de amadurecimento e esperamos chegar a um acordo”, comenta o diretor sindical do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-econômicos), Ivo Castanheira, lembrando que o reajuste que venha a ser negociado é sempre retroativo a 1º de janeiro de 2013. “Nossa proposta foi encaminhada em setembro e tínhamos esperança de que a Assembleia Legislativa votasse o Projeto de Lei com o reajuste antes do recesso de final de ano”, lamenta o dirigente.

O diretor técnico do Dieese, economista José Álvaro Cardoso, ressaltou que o ano deve fechar com mais de 5,66% de inflação e argumentou que o ambiente é favorável a uma boa negociação “porque o país, e o Estado em especial, continuam gerando emprego, até mesmo em função do forte mercado consumidor interno”, aliado a três fatores, que ele destaca: “A redução da taxa de juros, o Plano Brasil Maior para enfrentar a baixa competitividade e a desoneração da folha de pagamentos, com a diminuição dos tributos às empresas”.

Sérgio Homrich/Fecesc

Inscrições para o Sisu começam em 7 de janeiro



Os estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtiveram nota maior que zero na redação poderão se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a partir do dia 7 de janeiro de 2013. Com o Sisu, o estudante concorre a uma vaga para cursos de universidades e institutos federais de ensino superior.

O Ministério da Educação ainda não divulgou o número de vagas disponíveis para o primeiro semestre de 2013. No segundo semestre de 2012, foram oferecidas 30 mil vagas.

De acordo com o cronograma do Sisu, publicado hoje (26) no Diário Oficial da União, as inscrições vão até as 23 horas e 59 minutos do dia 11 de janeiro de 2013 (horário de Brasília) e devem ser feitas exclusivamente pela internet, no portal do Sisu.Uma vez inscrito no Sisu, o candidato concorre a vagas em dezenas de instituições públicas cadastradas em todo o país. Para a seleção do primeiro semestre de 2013 valerá a nota do Enem 2012, cuja divulgação, segundo o MEC, será feita nesta sexta-feira (28).  

Segundo o edital, o estudante poderá se inscrever em até duas opções de vaga e deverá especificar a ordem de preferência, o local de oferta, o curso e o turno.  Além disso, será possível escolher a modalidade de concorrência - em 2013, o Sisu se adequará à Lei de Cotas, de agosto de 2012. As inscrições serão gratuitas e as instituições de ensino deverão disponibilizar acesso à internet aos estudantes interessados.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 14 de janeiro de 2013 e da segunda chamada, no dia 28 de janeiro, no site do Sisu e das instituições. No caso de notas idênticas, o desempate será feito pela seguinte ordem de critérios: nota na redação; nota em Linguagens, Códigos e suas tecnologias; nota em Matemática e suas Tecnologias; nota em Ciências da Natureza e suas Tecnologias e nota em Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

As matrículas serão feitas nas instituições nos dias 18, 21 e 22 de janeiro para a primeira chamada e 1º, 4 e 5 de fevereiro para segunda.
fonte:abraçors

Homens armados rendem clientes e assaltam restaurante


foto:CN

O que era pra ser uma reunião política para decidir quem seria o presidente do legislativo do município de Vargem acabou se transformando em uma noite de terror em um restaurante localizado na BR 282, saída para Curtibanos em Campos Novos. Cincos vereadores além do prefeito e vice-prefeito eleitos haviam locado o espaço nessa sexta-feira (28) para acertarem detalhes da eleição da Câmara de Vereadores daquele município, quando por volta das 22h dois elementos encapuzados e armados entraram no estabelecimento anunciando o assalto. As 11 pessoas, entre políticos e funcionários foram obrigadas a deitarem no chão. Sempre na mira dos bandidos todos tiveram que entregar os pertences.
De acordo com uma testemunha ouvida pelo CN Notícias, a ação dos assaltantes durou cerca de cinco minutos. Eles chegaram no local encapuzados e anunciaram o assalto. “Todos ficaram muito assustados, mas ninguém reagiu e tudo acabou ‘bem’”, relatou. A testemunha afirmou também que os criminosos ainda tentaram roubar o carro do prefeito de Vargem, Nelson Gasperin Jr. (Peixe), mas não conseguiram e acabaram fugindo em direção a um matagal próximo ao restaurante.
A Polícia Militar (PM) foi acionada por um dos funcionários que estava na cozinha. Houve troca de tiros com a PM e um dos bandidos acabou preso.
Segundo o Delegado Paulo Caixeta, o homem preso foi identificado como Sebastião Valdir de Lima, 32 anos, ele foi preso após se entregar para a polícia. Ainda de acordo com o Delegado, Sebastião havia saído da prisão há pouco mais de uma semana após cumprir pena por roubo.
Ainda não se sabe precisar quanto foi extraído das vítimas. As Policias Civil e Militar realizaram rondas no local, mas o outro suspeito fugiu e até o momento não foi localizado. Não houve registro de feridos.
*Á pedido do proprietário do restaurante o nome do estabelecimento não foi revelado.
fonte:CNnotícias

Amanhã Tangará conhecerá quem assumirá o Executivo até março

Em março com a nova eleição o município terá o prefeito que governará os próximos anos, até que este resultado chegue, quem assumirá este pequeno período enquanto acontece as campanhas para a decisão do povo, será o presidente, ou a presidente da Câmara que administrará as atividades da casa. Quem será o presidente do Legislativo para assumir o Executivo ainda é um segredo, pois será anunciado na cerimonia de posse que acontece amanhã, e aí será anunciado oficialmente quem comandará a prefeitura até março.

Capotamento de caminhonete em Faxinal dos Guedes deixa três feridos

crédito/Foto: Bombeiros Militares de Xanxerê




Segundo informações dos Bombeiros de Xanxerê, uma saída de pista seguida de capotamento de uma caminhonete Toyota/Hylux, placas de Cascavél/PR, deixou três pessoas feridas.

O acidente ocorreu por volta das 21h15, na BR-282, próximo ao CTG Querência do Minuano em Faxinal dos Guedes.

Três vitimas, que não tiveram os nomes divulgados, tiveram ferimentos leves e foram transportados ao Hospital São Paulo, em Xanxerê.

fonte:Oestemais

Setor elétrico teve avanços, mas esbarrou em governos do PSDB


As pautas ligadas ao setor elétrico receberam destaque na agenda política brasileira em 2012. Para o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), em um balanço do ano, o principal tema da conjuntura nacional foi justamente a energia.
A organização defendeu como bandeiras a renovação das concessões do setor elétrico, contra as privatizações e pela redução do preço da tarifa de energia, como explica o coordenador nacional do MAB, Gilberto Cervinski.
“Porque renovar as concessões significava que essa energia que não foi privatizada nos anos de 1990, e que os contratos acabavam agora, que todos esses 30% em usinas e linhas de transmissão estariam nas mãos de empresas estatais.”
Para Cervinski foi positiva a proposta do governo federal que definiu a renovação das concessões casada a um plano de redução de tarifas que chegaria a 20%.
Porém, o coordenador critica as empresas que não aderiram à medida, que foram a CEMIG, de Minas Gerais; a COPEL, do Paraná; e a CESP, de São Paulo. As três estão em governos estaduais comandados pelo PSDB. Somados os lucros dessas concessionárias em 2011, a cifra foi de quase R$ 4 bilhões.
“Porque essas empresas, mesmo que elas sejam estatais, cerca de 70% é controlado por acionistas privados. Se renovasse as concessões, o governo federal impôs uma redução na tarifa, isso significa que a tarifa que eles vendem hoje a cerca de R$ 90 teriam que passar a entregar a energia a R$ 10 o Megawatt. E, por isso, que esses governos não aceitaram renovar, para continuar ganhando muito dinheiro e remetendo lucros aos seus acionistas.”
O MAB enfatiza que as lutas contra a privatização do setor elétrico e pela redução da tarifa continuam em 2013.
fonte: Radioagência NP, Vivian Fernandes.

domingo, 30 de dezembro de 2012

Treze Tílias inaugura Centro de Eventos, a nova aposta para incrementar o turismo na região

O Centro de Eventos de Treze Tílias, que recebeu investimentos de R$ 1,6 milhão, sendo R$ 1 milhão do Governo do Estado e R$ 600 mil da contrapartida do município é mais uma oportunidade para incrementar o turismo na região.  

Localizado na região central da cidade, o espaço conta com salão para a realização de reuniões, festas e solenidades e auditório com capacidade para 320 pessoas, dotado de camarins e banheiros. “É uma obra necessária para Treze Tílias, que se destaca pela cultura e pelo turismo”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Jair Antônio Lorensetti.
De acordo com o prefeito Romeu Luiz Rabuski, o Centro de Eventos trará benefícios para a cidade. “Treze Tílias é conhecida como ‘O Tirol Brasileiro’ devido aos valores culturais e artísticos que foram trazidos pelos imigrantes austríacos e cultivados por seus descendentes. A arquitetura típica dos Alpes, o idioma, a gastronomia e a música, entre outros atrativos, fazem com que o município receba um número expressivo de turistas todos os anos”, comentou Rabuski. Ele lembrou ainda que agora será possível atrair e realizar eventos que antes não contavam com estrutura adequada.
O nome do Centro de Eventos homenageia Maria Thaler Moser, austríaca que fez a diferença na construção do perfil cultural do município. Ela teve grande atuação na arte e na música. “A vida de Maria valeu a pena”, resumiu o filho Bernardo Moser, lembrando que a mãe é autora do hino do município. “Uma justa homenagem a uma mulher que orgulha Treze Tílias”, disse Rabuski.
A solenidade de inauguração reuniu secretários e diretores municipais, vereadores, prefeitos da região, deputados e comunidade. Destaque ainda para a presença dos filhos, netos e bisnetos de Maria Thaler Moser. A festa foi animada pela Banda dos Tiroleses

                                                                                                                                   Fonte: www.sc.gov.br..

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Entrega de maquinários em Tangará do Governo Federal


Entrega de maquinário
1 trator agrícola, 3 grades aradoras e 2 carretas metálicas.

Foi através do MAPA-Ministério da Agricultura,Pecuária e Abastecimento a Emenda parlamentar: nº 18860011- da Deputada Federal Luci Choinacki num valor de repasse  de R$ 131.859,00 tendo como contrapartida do município R$ 2,691,00 fechando um total de R$ 134.550,00.

Comunicado processo Seletivo- Videira


A Secretaria de Saúde de Videira comunica aos candidatos inscritos no Processo Seletivo – Edital nº 04/2012, que a decretação de ponto facultativo pela Administração Municipal, nos dias 26,27 e 28 de dezembro, não suspende o prazo de dois dias úteis para recursos do referido processo, conforme consta no edital.


Diante disso, os eventuais recursos interpostos pelos candidatos deverão ser entregues no dia 28 e no dia 31 de dezembro do corrente ano, no PAME – Pronto Atendimento Médico Ambulatorial, localizado na Rua Antonio Ferlin, nº 550, Bairro São Cristovão, CEP 89560-000, Fone: (49) 3533-7500, das 8h as 17h

Silvia Palma

Assessora de Comunicação

Coligações em Tangará já estão acertando quem serão os próximos Candidatos

Com a nova eleição já certa para o mês de março, agora as coligações já estão fazendo os ajustes políticos para os novos candidatos a Prefeito e Vice no município. Em Janeiro devem ser anunciados os candidatos aos tangaraenses. Enquanto isso a população está no aguardo da oficialização pois até o momento são apenas boatos de alguns nomes, mas que ainda não foram anunciados oficialmente.

É preciso ir do discurso à prática nas políticas para as mulheres


O ano de 2012 contou com diversas políticas que envolvem a vida das mulheres. Seja a aprovação da PEC do Trabalho Doméstico, que garante direitos básicos a essa profissão em sua grande maioria formada por mulheres. Ou nas propostas das eleições municipais de ampliação das creches, como uma política pública para as trabalhadoras.
Mas, para o movimento feminista, o tema da violência contra as mulheres foi o mais evidente no ano. Segundo a coordenadora nacional da Marcha Mundial das Mulheres, Bernadete Monteiro, a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que debateu o tema em vários estados obteve avanços, mas faltam políticas concretas.
“Foi importante a existência dessa CPMI, porque acabou explicitando o que tem sido o papel do Estado nessa política de enfrentamento à violência contra a mulher, que tem sido muito insuficiente. Esse ano cumpriu esse papel, agora nós temos que ver quais são as consequências disso, o que vai ser feito.”
Ela ainda relata o pouco investimento em campanhas de combate à violência e na rede de proteção e atendimento às vítimas. Outro ponto que Bernadete destaca é o debate em torno do Código Penal.
“Apesar de parecer que no Código tem alguns avanços, por exemplo, na questão do aborto, que amplia as possibilidades do aborto legal, o Código Penal como um todo é conservador, que aumenta a criminalização das lutas e da pobreza.”
Para 2013, Bernadete prevê que os temas em pauta serão o tráfico de mulheres e a prostituição. E ainda, que serão necessárias mais lutas para garantir a efetivação dos direitos das mulheres.
“É um punhado de desafios para que isso vire realmente do discurso em prática”.
fonte: Radioagência NP, Vivian Fernandes.

Capotamento com 4 feridos em Catanduvas



Quatro pessoas ficaram feridas em um capotamento que aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (27) na BR-282, próximo a Ervateira Regina em Catanduvas. O acidente aconteceu por volta das 12h30. Um veículo Fiat Uno, placas ICR- 6493, de Pinhalzinho, conduzido por um homem de 34 anos acabou capotando. O Corpo de Bombeiros de Catanduvas e o Samu de Joaçaba foram acionados para conduzir o motorista, sua esposa e um casal de filhos ao Hospital em Joaçaba. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, a adolescente de 12 anos estava caída ao lado da pista, consciente, mas confusa, com princípio de hipotermia, suspeita de hemorragia interna, traumatismo craniano, fratura no braço direito, além de ferimento na região pélvica e várias escoriações pelo corpo. Outro menor, de 10 anos, estava consciente e apresentava um corte na cabeça e escoriações pelo corpo. O condutor do veículo e sua esposa sofreram apenas leves escoriações.

fonte:EderLuiz

Muro desaba e atinge veículos em Joaçaba


Um muro cedeu devido ao acumulo de água da forte chuva que caiu em Joaçaba na tarde desta quinta-feira, 27, e atingiu três veículos que estavam estacionados. O desabamento da estrutura ocorreu na Avenida Santa Terezinha, em um estacionamento.

Os veículos, um Sandero com placas de Joaçaba, Um Gol de Capinzal e um Focus de Luzerna, tiveram danos médios na parte frontal. Um guincho foi utilizado para remover os pedaços da estrutura que caíram sobre os veículos. A maior parte do muro caiu em uma área não ocupada. Quase toda a estrutura foi comprometida e terá que ser refeita.

fonte:EderLuiz

ENTREVISTA LUCIANO: "UM NOVO TEMPO PARA IOMERÊ"

O prefeito eleito de Iomerê, Luciano Paganini(PMDB), teve sua retumbante vitória nas urnas em 7 de outubro embasada em três pontos fundamentais: o desejo de mudança, o comprometimento e suas propostas com as causas prioritárias para o município e a garantia do restabelecimento do diálogo e do respeito com os iomerenses e seus costumes. Agora, é chegada a hora de colocar em prática estas ações e a posse da próxima terça-feira, dia 1º de janeiro, será o marco inicial de um novo tempo para o município.
                Consciente deste desafio, Luciano aguarda sua posse para iniciar imediatamente as mudanças que o município precisa e, principalmente, fomentar ações que melhorem a vida das pessoas, fazendo do município um lugar ainda melhor para se viver e mais feliz. Na verdade, o trabalho nos bastidores iniciou na semana após as eleições. "Começamos a trabalhar no dia seguinte ao pleito, fomentando ações, elaborando estudos e projetando a mudança e as melhorias que a nossa gente anseia", explica ele.
                O período foi bastante fértil. Luciano formou equipe e projetou passo a passo aquilo que vai implementar a partir da semana que vem. Nesta entrevista, ele fala um pouco sobre o novo tempo que se avizinha para o município, reafirma o compromisso em resgatar o auto-estima da população e realizar as obras que os iomerenses tanto esperam, como a retomada do asfalto até a localidade de Bom Sucesso, a viabilização do distrito industrial e a construção de casas populares.

PERGUNTA: Prefeito, desde a sua campanha o senhor fala em proporcionar um novo tempo para Iomerê. O que efetivamente isso quer dizer?
LUCIANO: Em primeiro lugar, isso tem a ver com a realização das obras tão esperadas pelos nossos munícipes e que simplesmente foram esquecidas nos últimos quatro anos. Aí, incluo o asfalto até Bom Sucesso, que não recebeu um metro de pavimentação e outras obras prioritárias, que vamos realizar a partir da semana que vem. Este é o novo tempo que exclamamos. Um tempo de desenvolvimento, de trabalho, de ações e realizações, longe do marasmo e do ostracismo que experimentamos nestes últimos anos. E este novo tempo também tem a ver com o estabelecimento do diálogo com a população, que voltará a ser ouvida e terá suas vontades respeitadas, sem autoritarismo, sem imposições e com o respeito que a nossa gente merece.

PERGUNTA: A campanha passou, o senhor se elegeu, mas ficou uma divisão no município. Como lidar com isso?
LUCIANO: Historicamente, nas pequenas cidades onde há embate eleitoral, passam por esta situação. Em Iomerê, a situação é potencializada pela maledicência dos nossos adversários, que a toda hora criam inverdades e fomentam a discórdia. O meu papel, a minha vontade e o que vou fazer, é governar para todos, indistintamente. Até porque, esta foi uma de nossas bandeiras durante a campanha eleitoral, quando afirmamos que seriamos diferentes, trabalhando para os iomerenses, sem olhar a tendência partidária. E isso vai acontecer. A partir de terça-feira, sou o prefeito de todos os iomerenses e vou trabalhar firmemente, com vontade e esmero, para que unifiquemos nossas forças em benefício da nossa cidade.

PERGUNTA: Com o que Iomerê arrecada, é possível viabilizar seus projetos de administração?
LUCIANO: Iomerê arrecada em torno de R$ 1 milhão por mês. Temos plena convicção que é possível fazer mais e melhor com planejamento, cuidado e atenção ao que o município precisa. É plenamente viável melhorar o atendimento na saúde, por exemplo, e ampliar a infraestrutura da nossa cidade. Mas é preciso ter o comprometimento que nós temos e a vontade de fazer, discutindo com a população, ouvindo seus anseios e, principalmente, se colocando como um trabalhador do povo, eleito por ele e que para ele deve respeito e satisfação. Sabemos que a arrecadação deve cair, mas estamos preparados, porque faremos uma gestão de resultados, transparente e eficiente.

PERGUNTA: O asfalto até Bom Sucesso terá continuidade?
LUCIANO: Sim, vai receber pavimentação. Já estamos viabilizando isso junto ao Governo do Estado, mas não vamos esperar só por ele, apesar de entendermos que este é um compromisso antigo, que precisa ser cumprido. Não ficaremos parados esperando o tempo passar. Vamos cobrar veementemente e, se for preciso, colocaremos recursos próprios na realização deste asfalto, que não recebeu um metro de pavimentação nos últimos anos, a não ser aqueles cinco quilômetros da gestão do ex-prefeito Laércio Lázzari.

PERGUNTA: Mas qual sua expectativa com relação à participação do Governo do Estado nesta obra?
LUCIANO: O secretário de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, me garantiu que a obra reinicia em breve e acreditamos que isso vai acontecer conforme o cronograma. É uma prioridade, é um compromisso nosso e vamos fazer. E faremos ainda mais, porque queremos também a pavimentação da estrada até Pinheiro Preto. O que eu garanto aos iomerenses é que não ficaremos parados, atrás da mesa ditando regras e sim iremos atrás de recursos e trabalharemos muito pelos iomerenses, que serão meus patrões a partir da semana que vem.

PERGUNTA: E a Festa Julina? Vai ser realizada?
LUCIANO: A Festa Julina, que é a maior manifestação cultural e histórica da nossa cidade vai ser realizada e começaremos a tratar da sua realização já em janeiro. Nossa gente é trabalhadora, salpica a terra com seu suor e tem na festa uma das poucas oportunidades para manifestar suas tradições, usos e costumes. Fazer esta festa não implica em comprometer o orçamento, ou inviabilizara a prefeitura. Basta ter planejamento, vontade de fazer e respeito pelas nossas tradições. Teremos festa, sim, nos próximos quatro anos.

PERGUNTA: Qual sua expectativa com relação à sua equipe de trabalho?
LUCIANO: Formamos a equipe com pessoas da nossa cidade, que moram aqui e conhecem a nossa realidade. Analisamos o perfil técnico de cada um e encaixamos estes profissionais nas secretarias de forma que cada qual poderá dar o máximo de si, trabalhando incansavelmente para a nossa gente. O que posso garantir, é que os iomerenses vão ter o que sempre mereceram da nossa equipe e todos trabalharão pela cidade, respeitando os iomerenses, seus patrões por direito.

PERGUNTA: Fique a vontade para alguma colocação.
LUCIANO: Eu gostaria de dizer que Iomerê vai sim viver um novo tempo a partir da semana que vem, porque vamos implementar uma forma diferente de administrar. Nossos olhos estarão voltados para a nossa gente, para aquilo que tanto ansiamos. Ficam para trás a maledicência e a petulância, que darão vez ao respeito e ao trabalho para todos. As pessoas estarão em primeiro lugar e Iomerê será ainda melhor, um lugar mais feliz para se viver. Este é o nosso compromisso. Esta é a nossa vontade.
FONTE/envio:Edelcio Lopes
Jornalista

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Salário mínimo sobe 9% e será de R$ 678 em 2013



A partir de janeiro, o salário mínimo subirá dos atuais R$ 622 para R$ 678 (um reajuste de 9%), conforme a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. O governo também decidiu alterar a cobrança do Imposto de Renda (IR) de trabalhadores sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), com isenção para valores de até R$ 6 mil.
"É um bom anúncio de Natal para o trabalhador, reconhecendo o esforço de todos os trabalhadores nos resultados que o País teve neste ano", disse Gleisi, acompanhada do secretário-executivo da Fazenda, Nelson Barbosa, e da ministra da Comunicação Social, Helena Chagas. "Ela (Dilma Rousseff) fez questão de que isso (o anúncio) acontecesse hoje, na véspera de Natal."
O decreto com o novo valor do salário mínimo deverá ser publicado na edição de amanhã do Diário Oficial da União, informou a ministra. O valor é maior que o previsto na proposta orçamentária para 2013, que é de R$ 674,96.
Pelas regras em vigor, o índice que corrige o salário mínimo é obtido pela soma da inflação (medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do ano anterior com a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. De acordo com Gleisi, o valor considera o crescimento de 2,7% da economia em 2011 e o INPC de 6,1%.
Em discurso transmitido anteontem em rede nacional de rádio e televisão, Dilma disse que "2013 será o ano de ampliar ainda mais o diálogo com todos os setores da sociedade, acelerar obras, melhorar a qualidade dos serviços públicos e continuar defendendo o emprego e o salário dos brasileiros".
Conforme informou o Estado no dia 4, o governo está preocupado com o salário mínimo no ano eleitoral de 2014. O fraquíssimo resultado do PIB em 2012 (que deve crescer em torno de 1%) vai afetar o centro da política econômica num ano considerado crucial em Brasília - pelas estimativas preliminares do governo, o salário mínimo terá reajuste inferior a 6% em 2014.
PLR. Gleisi também anunciou que o governo vai encaminhar nesta quarta-feira medida provisória ao Congresso com alterações no IR cobrado sobre a PLR.
Segundo Gleisi, a MP prevê isenção de IR em PLR de até R$ 6 mil, valor abaixo do reivindicado por centrais sindicais, que pediam isenção para PLR de até R$ 10 mil. Em reunião com sindicatos em maio passado, o governo havia proposto isenção para valores de até R$ 5 mil.
De acordo com Gleisi, a MP prevê uma "escadinha", escalonando o IR cobrado sobre a PLR. Para PLR de R$ 6.000,01 a R$ 9.000,00, a alíquota de IR cobrada será de 7,5%; de R$ 9.000,01 a R$ 12.000, de 15%; de R$ 12.000,01 a R$ 15.000,00, 22,5%; e acima de R$ 15 mil, 27,5%.
"Hoje, o impacto é de 27,5% para todas as faixas", disse Gleisi. Nas contas do governo, o impacto das mudanças na área fiscal será de R$ 1,7 bilhão em 2013.
Contrariando a previsão inicial da sua agenda, Dilma decidiu despachar pela manhã no Palácio do Planalto, o que pegou de surpresa assessores e até ministros.


Fonte: MSN

Reforma agrária pode ter seu pior índice pelo segundo ano consecutivo


O ano de 2012 pode ser ainda pior para os movimentos sociais que lutam pela reforma agrária no Brasil. O ano passado já foi emblemático por ter sido o pior dos últimos 16 anos em relação à distribuição de terras. No período foram assentadas pouco mais de 21 mil famílias, segundo dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).
No entanto, os novos dados do mesmo órgão indicam que de janeiro a novembro deste ano, somente 10.815 famílias foram assentadas.
Para Marina dos Santos, da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), esse é um número irrisório, diante da realidade tão complexa que há no Brasil, com altíssimo nível de concentração de terra.
“Por um lado, esse é um número que reflete o aumento da concentração da terra no Brasil e da desnacionalização da terra, juntamente com os bens naturais. Por outro lado, o governo prioriza o grande latifúndio e a produção de poucos produtos para a exportação; em detrimento do fortalecimento da agricultura familiar camponesa e da realização da reforma agrária.”
Para Marina, a realização da reforma agrária e o investimento nas áreas dos assentamentos são políticas fundamentais para superar a miséria do país. Essas medidas beneficiariam tanto a população que vive no interior como quem mora nas cidades, por meio da geração de emprego, crescimento do mercado local e produção de alimentos mais farta, barata e com maior qualidade.
“Cresce o papel dos movimentos sociais, que é o de fazer pressão aos governos, para que cumpram com sua responsabilidade, que é de penalizar o latifúndio improdutivo e realizar a reforma agrária no país.”
fonte: Radioagência NP,

Veículo com cinco ocupantes capota na BR 470 em Campos Novos

foto:Oseiascn


Um Ford Ká com placas de Lages capotou na BR 470 por volta das 12h00min desta quarta-feira (26) em Campos Novos. O veículo fazia sentido Campos Novos/ Curitibanos, quando no KM 329 da rodovia a condutora perdeu o controle da direção e capotou.  O SAMU e o Corpo de Bombeiros de Campos Novos foram chamados para atender a ocorrência.
A condutora 48 anos e outras quatro pessoas que estavam no carro não se feriram.  Eles estariam se deslocando de Concórdia para Itapema, litoral do estado.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também esteve no local.
fonte:CNNotícias

Três presos as ferragens em acidente na SC-135

foto crédito EderLuiz
Um grave acidente de trânsito envolveu dois veículos e deixou três pessoas presas as ferragens na SC-135, em Lacerdópolis. A batida aconteceu por volta das 21h30 desta quarta-feira, 26, nas proximidades da comunidade de Nossa Senhora Aparecida e envolveu um Renault Sandero, placas MIH-9444, de Capinzal, e uma Saveiro, placas LWW-2524, de Lacerdópolis. Um dos ocupantes do veículo de Capinzal e os dois ocupantes da Saveiro ficaram presos as ferragens e foram resgatados por equipes do Corpo de Bombeiros e Samu. Todos apresentavam escoriações pelo corpo e suspeita de fraturas. O motorista do Sandero não se feriu. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba, que não repassou as identidades a imprensa.

Foi divulgado pelos bombeiros apenas o nome da vítima transportada em uma das ambulâncias da corporação, trata-se do carona do Sandero, Cristian Bazzo, 22 anos. Ele foi o último a ser socorrido e quando retirado das ferragens estava consciente. Os ocupantes da Saveiro, um homem e uma mulher, são moradores de Lacerdópolis.

As causas do acidente, que aconteceu em uma curva fechada, ainda são desconhecidas.

Fonte:EderLuiz

IOMERÊ COMISSÃO TRABALHA NA TRANSIÇÃO


A comissão de transição formada pelo prefeito eleito de Iomerê, Luciano Paganini(PMDB), está correndo contra o tempo e superando dificuldades para encaminhar o processo de mudança na administração municipal. Isso está ocorrendo pela forma tardia de liberação dos acessos às pastas - um trabalho fundamental para consolidar a transição. Para se ter uma ideia das dificuldades, duas secretarias estão sem titulares porque eles foram exonerados  e na secretaria de Saúde, a atual secretária não repassou nenhuma informação alegando estar impedida.
                O processo de transição, que serve para inteirar a nova administração de uma série de informações pertinentes ao andamento do município depois que a atual gestão deixar a Prefeitura, só foi liberado pelo atual prefeito a partir do dia 20 de dezembro, conforme oficio por ele assinado e enviado à comissão. Passo seguinte, houve liberação de algumas secretarias - menos a de Administração - e iniciou-se as conversações, que pouco prosperaram porque apenas um dia foi reservado para cada pasta e, em duas delas, os seus respectivos titulares já haviam sido exonerados.
                "Em alguns casos, como da secretaria de Saúde, simplesmente não sabemos qual situação iremos encontrar, o que existe de medicamentos na farmácia básica e quais agendamentos já estão feitos. Mesmo assim, com as informações sendo sonegadas, estamos trabalhando firmemente para que nenhum serviço seja paralisado", destacou o prefeito eleito, Luciano Paganini. "Além de liberar o acesso tardiamente, dificultar o repasse de informações e não colaborar em nada para o processo de transição, a atual gestão, mais uma vez, prejudica o município".
                Além disso, existem problemas emergenciais que precisam ser tratados com agilidade pela nova administração. A regularização da creche do município é uma delas - já que ela foi inaugurada sem as condições necessárias para funcionamento e sem autorização dos órgãos competentes. Além disso, há questões envolvendo o ensino médio, férias dos professores, atendimento médico do Programa Saúde da Família(PSF) e outros, que já foram detectados e serão gestionados pela nova administração com rigor, seriedade e agilidade.
                "Nada disso nos intimida, porque sabíamos que teríamos um grande desafio pela frente. Mas a partir da semana que vem, nossa cidade vai viver um novo tempo, de respeito, seriedade na condução da coisa pública e, principalmente, muito trabalho", destacou o prefeito eleito, que já na primeira semana de mandato deverá anunciar ações que vem sendo aguardadas com ansiedade pelos iomerenses, como a realização da Festa Julina, a recondução do monumento aos colonos e a urgente recuperação das estradas do interior, que estão abandonadas.

AUDITORIAS SERÃO CONTRATADAS
                A dificuldade de acesso, aliada à transparência que Luciano pretende implementar na Prefeitura a partir de terça-feira que vem, está motivando a adoção de algumas medidas. Uma delas, será a contratação de empresa especializada para realizar uma auditoria nas contas do município e outra, em todo o seu patrimônio. "Queremos saber, documentar e levar ao conhecimento de todos o que estamos recebendo, em quais condições e de que maneira", destaca o futuro secretário de administração, Douglas Zardo.       
                Máquina por máquina, peça por peça, número por número, tudo que se refere ao patrimônio do município será auditado e o resultado deste trabalho será divulgado e encaminhado para conhecimento do Ministério Público - que desde já acompanha o processo de transição e está ciente das dificuldades que vem sendo encontradas. "Como não pudemos fazer a transição da forma correta, com cooperação, esta foi a solução encontrada para que resguardemos os interesses dos iomerenses", definiu Zardo.
               
POSSE NA TERÇA-FEIRA
                A solenidade de posse dos vereadores eleitos está marcada para às 8:30 horas da próxima terça-feira, da 1º de janeiro, no auditório da Prefeitura Municipal. Logo em seguida, às 9:00 horas, acontece a posse do prefeito e vice-prefeito eleitos. No caso da Câmara, já houve costura para a composição dos cargos da mesa diretora, com o PMDB e PT - partidos que formaram a coligação vitoriosa União, Força e Trabalho, ocupando todos os postos.
                Ainda na Câmara, o vereador Maurício Bridi(PMDB), vai abrir mão da vaga para assumir a Secretaria de Educação e Esportes e, em seu lugar, deveria assumir o primeiro suplente Claudemir Agostini(PMDB), que também está impedido porque integrará o novo governo de Iomerê como secretário de Agricultura. A vaga na Câmara, então, será ocupada pelo segundo suplente, Aleomar Penso(PMDB).
                A portaria de nomeação dos secretários, bem como outras portarias emergenciais, serão assinadas pelo prefeito eleito no dia 2 de janeiro. "Já sabemos que teremos que dar férias imediatas aos professores, contratar médico e fazer outros procedimentos com urgência, mas estamos preparados, com tudo levantado para que conduzamos da melhor maneira possível o nosso município, a partir de terça-feira", finalizou Paganini.

Edelcio Lopes
Jornalista

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

SC: Ocorrências no Período de 21/12/2012 à 26/12/2012


Ocorrências no Período de 21/12/2012 à 26/12/2012
Registradas em todos os Postos do BPMRv
Dados Gerais dos Acidentes


Acidentes
Acidentes com Vítimas 86
Acidentes sem Vítimas 108
Total de Acidentes 194
Veículos Envolvidos 355
Pessoas Envolvidas
Ilesos 568
Feridos Leves 105
Feridos Graves 26
Fatais 5
Emitido em: 26/12/2012 - 06:23:44
fonte:BPMRv/SC

Carreta provoca acidente com morte e é incendiada

foto/crédito:Ederluiz

Uma colisão que ocorreu no km 107,3 da BR 101 em Penha, às 12h50 desta segunda-feira, 24, matou um motociclista e terminou com a carreta que provocou o acidente incendiada por populares.
A batida envolveu uma Scânia, placas de Guarapuava-PR, dirigida por Arlei Altenrath, 38 anos, morador de Camboriú, que saiu ileso, e as motos Honda CBR 1000, de Joinville, conduzida por Fernando Luiz Andrade Bahiense Junior, 33 anos, de Joinville, ferido grave, e Suzuki GSXR 750 placa de Joinville, pilotada por Floriano Pfutzenreuter Junior, 35 anos, de Joinville, que morreu no local.
A carreta retornou em local proibido, obstruindo a trajetória dos motociclistas. O veículo foi incendiada por populares provocando fila de aproximadamente 5 quilômetros em ambos os sentidos. Bombeiros e Polícia Militar em apoio à PRF estiveram no local atuando. As pistas liberadas às 14h15.


fonte:EderLuiz

Bombeiros atendem afogamento em Água Doce

imagem ilustrativa

O Corpo de Bombeiros de Joaçaba deslocou uma equipe de mergulho na tarde desta terça-feira, 25, por volta das 17h, para atender um possível afogamento na localidade de Linha Olinda, interior do município de Água Doce. Segundo testemunhas, uma pessoa despareceu enquanto se banhava nas águas de um riacho no camping Velha Venda. Ainda não existem maiores informações sobre a identidade da possível vítima, apenas que seu primeiro nome seria Júlio.
A leitora Karla Hack, que estava no local no momento do fato, relatou o que viu." Quando vi, o homem tinha desaparecido embaixo d´água. Ele não sabia nadar. Vários amigos tentaram socorrê-lo, mas foram infelizes". 
As buscas foram interrompidas na noite desta terça e serão retomadas na manhã da quarta.

fonte:EderLuiz

Vendas de artesanato crescem até 50% nas festas de final de ano


Os artesãos catarinenses que produzem artigos natalinos aproveitam para faturar mais durante as festas de final de ano. Um dos exemplos é o dos artesãos que trabalham na feira em frente à Catedral, em Florianópolis. O aumento nas vendas pode chegar a 50%. É o caso de Samara Souza e Fabiana Souza. A dupla produz panos de prato e toalhas com enfeites natalinos, além de sabonetes decorados.
 Pedro Leopoldo, 46 anos, produz sabonetes artesanais há quatro anos. No natal, as vendas dele também aumentam 50%. “Faço kits natalinos para chamar a atenção dos clientes, assim eles têm mais uma opção para presentear”, diz.
 Os principais produtos natalinos feitos pela artesã Sílvia Mônica Stutzer, 64 anos, são anjos, arranjos de passarinhos e presépios. Ela afirma que nesta época do ano consegue aumentar as vendas e que já vendeu praticamente toda a produção.
 Waldir Franke, presidente do Conselho Estadual do Artesanato e da Economia Solidária (Ceaes), que é vinculado à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), estima que existam 500 associações no Estado que incluem cerca de 10 mil artesãos. Franke, que também é diretor executivo da Federação das Associações de Artesãos de Santa Catarina, calcula que a renda média mensal de cada artesão seja de R$ 1 mil, mas ressalta que o faturamento dobra nesta época do ano.
fonte:sc.gov

Usina de Belo Monte: sobram investimentos e faltam direitos


A usina de Belo Monte, no Rio Xingu, próxima à cidade de Altamira (PA), foi foco de tensões ao longo do ano de 2012. Mais do que uma grandiosa obra, projetada para ser a terceira maior hidrelétrica do mundo, a usina acumula impactos socioambientais e uma dúvida: ela é realmente necessária?
Na avaliação do coordenador nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens, Gilberto Cervinski, Belo Monte não atende aos interesses do povo brasileiro. Para ele, o investimento vindo dos cofres públicos – com empréstimo de R$ 22,5 bilhões pelo BNDES, 80% do valor total – serve para beneficiar as grandes construtoras e demais empresas envolvidas na obra.
“Por isso que nós achamos que é um erro a construção de Belo Monte. Porque essa energia está a serviço das grandes corporações eletro-intensivas e as grandes construtoras e fornecedoras de máquinas e equipamentos. Enquanto a população não tem dinheiro para a saúde, para a educação, paga uma das tarifas de energia mais caras do mundo.”
Cervinski explica que, após finalizada a obra, ainda será cobrado um alto valor pela tarifa de energia. Atualmente, o Brasil tem umas das tarifas energéticas mais caras do mundo, seja no setor industrial ou no domiciliar.
Ele ainda ressalta que a obra traz transtornos para indígenas, pescadores e moradores da região. Ele conta que não há segurança quanto ao cumprimento de nenhum direito dos atingidos pela usina.
“Lá vão ser atingidas cerca de 40 mil pessoas. Essas pessoas até hoje não sabem quais vão ser os seus direitos. Ou seja, a tendência é deixar milhares de pessoas vítimas da construção de barragens.”
As obras iniciaram em 2011 e a usina tem previsão de começar a operar em 2015.
Fonte: Radioagência NP, Vivian Fernandes.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Natal é o nascimento do Menino Jesus quem veio para nos Salvar



24 de dezembro - Mensagens de Natal

imagens pesquisador Google

Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.

Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra.
desconhecido

24 de dezembro - Mensagens de Natal

https://www.google.com/search?num=10&hl=pt-PT&site=imghp&tbm=isch&source

"A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida." autor desconhecido.

Reduto cultural da esquerda corre o risco de fechar as portas por dívidas


O Espaço Cultural Latino-Americano (Ecla), localizado no Centro de São Paulo (SP), se tornou referência para grupos culturais, partidos e movimentos sociais. Militantes utilizam o espaço para confraternizações, shows, encontros, palestras e reuniões. Apesar de sempre movimentado, as dificuldades financeiras bateram à porta e o Ecla promove uma campanha para manter a sua sede.
De acordo com os coordenadores Claudimar Gomes dos Santos e Vilma Lopes da Mota, o espaço acumula mais de R$ 20 mil em dívidas. É a soma de empréstimos feitos para manter o local aberto desde 2009 e de acesso gratuito. A única fonte de renda é o bar.
Caso não acertem as contas com o banco, eles serão obrigados a fechar o espaço. Para arrecadar fundos, Claudimar e Vilma promovem uma série de atividades e mantêm uma conta para receber doações.
Como sempre lembra a anfitriã do Ecla, Vilma Lopes, ali é um espaço livre e aberto para as distintas manifestações.
“Aqui não é um bar, é um espaço de cultura, onde tem música, teatro, cine-clube. É um espaço de esquerda, é um espaço socialista, marxista. É um espaço que as pessoas conseguem conviver dentro de uma diversidade de pensamento. Enquanto há gelo, há esperança. E ainda tem gelo!”
Somente este ano, o local abrigou eventos dos indígenas Guarani-Kaiowá; contra o golpe do Paraguai; de solidariedade a Cuba, à Palestina e à Colômbia. Além de impulsionar o bloco “Cordão da Mentira” e exibir diversos filmes, seguidos de debates.
O endereço do Ecla é Rua da Abolição, 244, no centro da capital paulista. Para doar, a poupança é em nome de Espaço Cultural Latino-Americano, na Caixa Econômica Federal, Agencia 3097, operação 013, conta número: 3444-3, CNPJ 12.314.401/0001-03.
fonte: Radioagência NP,